Ilha do Retiro

Sonho do hexa na festa de aniversário

Clube rubro-negro chega aos 106 anos com a difícil missão de conquistar o Estadual no domingo

Miguel Rios
Miguel Rios
Publicado em 12/05/2011 às 21:46
Leitura:

O Sport, fundado no dia 13 de maio de 1905, chega nesta sexta-feira aos 106 anos com o sonho do hexacampeonato. A missão é difícil. No primeiro jogo da final, o Santa Cruz venceu por 2x0, na Ilha do Retiro, abriu uma vantagem considerável e faz o jogo de volta no Arruda. O time rubro-negro terá de operar um milagre. Ou seja marcar três ou mais gols. Um 2x0 a seu favor leva a decisão para os pênaltis.

A confiança no título, como não poderia deixar de ser, parte do presidente Gustavo Dubeux. “É difícil, mas o Sport depende das suas forças. Acredito muito no nosso grupo. O torcedor precisa continuar apoiando o time, ir ao Arruda.”

Em 1905, o então estudante Guilherme de Aquino da Fonseca, que havia voltado da Inglaterra, chegou com a ideia de fundar um clube de futebol. Com vários outros jovens, criou o Sport Club do Recife.

Na sua história, o Sport passou por grandes momentos. Conquistou 39 títulos pernambucanos, incluindo dois pentas em 1996/2000 e 2006/2010. Em termos nacionais, sagrou-se campeão brasileiro de 1987 (recentemente a CBF decidiu dividir esse título com o Flamengo, uma polêmica que ainda está longe de ser encerrada). Em 2008, foi o primeiro clube do Norte e Nordeste a levantar a Copa do Brasil.

A programação festiva começa com a alvorada rubro-negra, nesta sexta-feira, às 6h. Às 18h, será a missa de ação de graças no Nicho Nossa Senhora de Fátima, no próprio clube. Às 20h, vai ser realizada a sessão solene do Conselho Deliberativo.

Leia mais na edição desta sexta-feira (13/5) do JC.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias