Sport

Uma sequência para o Sport voltar a pontuar

Nos próximos 11 dias, rubro-negros enfrentam três adversário que estão abaixo do Leão na tabela

Diego Toscano
Diego Toscano
Publicado em 11/10/2014 às 12:36
Sérgio Bernardo/JC Imagem
Nos próximos 11 dias, rubro-negros enfrentam três adversário que estão abaixo do Leão na tabela - FOTO: Sérgio Bernardo/JC Imagem
Leitura:

Depois da tormenta, com quatro jogos sem vitória e apenas um gol marcado na Série A, o Sport volta para o Recife com uma sequência mais “tranquila”. Isso porque, nos próximos 11 dias, os rubro-negros enfrentam três adversários que se encontram abaixo do Leão na tabela do Brasileirão. Neste domingo (12), às 18h30, na Ilha do Retiro, recebe o Vitória, 18º colocado. Uma semana depois, visita o lanterna Botafogo, no Rio de Janeiro. Por fim, no dia 22, os leoninos enfrentam o Goiás (10º), também em Recife.

Apesar de serem adversários que estão abaixo do Leão, os jogadores não pensam em facilidade nos três combates. “No Brasileirão não tem jogo fácil e a gente sabe disso. Temos que estar bem focados e fazer um trabalho com muita dedicação e empenho para que a gente possa voltar a vencer”, afirmou Henrique Mattos. Por sinal, o zagueiro não quis nem pensar em paulistas e goianos. Para o atleta, a meta tem que ser exclusivamente os baianos. “O jogo mais importante é sempre o próximo, e estamos com o pensamento e o empenho voltados apenas para triunfar contra o Vitória”, concluiu.

Outro que concorda com a opinião do zagueiro é o técnico Eduardo Baptista. Para ele, não há mais jogos “tranquilos” para o Sport na reta final da Série A. “Nesses últimos 11 jogos, ou você vai pegar uma equipe lutando contra o rebaixamento, ou buscando o título. Não tem mais partida simples. Temos que nos impor porque temos uma sequência com dois dos três jogos em casa, e precisamos fazer a pontuação que a gente precisa. Porém, antes de pensar nos nove pontos, temos que conquistar os três contra o Vitória. E é isso que nós vamos buscar agora”, ressaltou o comandante.

Para voltar a pontuar contra os baianos, o goleiro Magrão abordou o principal defeito do Leão na última sequência negativa, principalmente com as derrotas seguidas longe do Recife na competição: a estabilidade durante as partidas. “Precisamos voltar a ter um equilíbrio. Tivemos uma queda de rendimento em todos os setores, e isso só mostra que o time do Sport é um conjunto, não só a defesa ou o ataque. O grupo está ciente de que está devendo. Acredito que, nesse jogo diante do Vitória, a gente vai começar uma nova caminhada, e voltar a fazer o que fizemos durante todo o campeonato”, explicou o goleiro.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias