Ilha do Retiro

Sport mantém espinha dorsal do sistema defensivo

Defesa titular no Brasileirão 2015 será mantida para a próxima temporada

Luana Ponsoni
Luana Ponsoni
Publicado em 17/12/2015 às 7:44
JC Imagem
Defesa titular no Brasileirão 2015 será mantida para a próxima temporada - JC Imagem
Leitura:

O capitão fica. Na manhã desta quarta-feira (16), Durval esteve na Ilha do Retiro e renovou seu contrato por mais um ano. O zagueiro vai vestir a camisa rubro-negra pela sétima temporada (divididas em duas passagens), naquela que pode ser a de sua despedida como atleta profissional. É que em entrevista coletiva no último dia 4, o capitão de 35 anos cogitou a hipótese de encerrar a carreira em dezembro de 2016. Com ele, a diretoria leonina conseguiu manter no clube a espinha dorsal do sistema defensivo do Brasileirão de 2015.

Antes de Durval, a diretoria havia renovado por mais três anos o contrato de seu companheiro no miolo de zaga, Matheus Ferraz. Já o goleiro Danilo Fernandes e os laterais Samuel Xavier (direito) e Renê (esquerdo) têm vínculos com o Sport que se estendem por 2016. “A defesa foi um dos pontos fortes do nosso time na temporada. Manter a espinha dorsal do sistema era uma das metas da diretoria, pois nos dá uma garantia de que continuará funcionando. É uma boa notícia”, afirmou o vice-presidente de futebol, Arnaldo Barros.

Capitão do Sport na campanha campeã da Copa do Brasil, em 2008, Durval defendeu o Sport em 344 partidas, tendo marcado até agora 30 gols. Em sua última entrevista, o zagueiro havia revelado a vontade em encerrar a carreira com profissional vestindo a camisa rubro-negra. “Eu quero encerrar a minha carreira aqui no Sport. Quero pendurar as minhas chuteiras aqui. Seria um reconhecimento do Sport por mim e de mim pelo Sport. Seria muito gratificante para as duas partes”, afirmou.

O problema do Sport está do sistema defensivo para frente. Dos cabeças de área, apenas Rithely tem contrato. Com assédio crescente de Fluminense e Palmeiras, a permanência dele na Ilha do Retiro para 2016 virou uma incógnita. O outro volante titular em 2015, Wendel, ainda não renovou. Seu empresário, Marcos Vinícius Miranda, em entrevista ao JC ontem confirmou que as negociações com o Leão avançaram, mas que é cedo para cravar que o veterano permanecerá no time no ano que vem.

Para frente, não sobrou ninguém.  Os atacantes André e Élber já se despediram, assim como o meia Marlone. O outro homem do setor ofensivo, Diego Souza, está cada vez mais distante da Ilha do Retiro.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias