Pernambucano

Mark González de volta ao Sport

No banco de reservas, meia deverá ser acionado contra o América, neste sábado (19)

Thiago Wagner
Thiago Wagner
Publicado em 19/03/2016 às 13:33
Arquivo/JC Imagem
No banco de reservas, meia deverá ser acionado contra o América, neste sábado (19) - FOTO: Arquivo/JC Imagem
Leitura:

Apesar de não entrar de frente na partida contra o América, o meia-atacante Mark González vai atrair os olhares do torcedor rubro-negro que estiver no estádio. Longe dos gramados durante quase um mês e meio, o chileno tem retorno aguardado pela torcida depois de se recuperar de lesão muscular na coxa esquerda. Ele começará no banco de reservas, mas deve ser acionado no decorrer do confronto. A esperança é que possa atuar pelo menos 45 minutos no gramado.

Curiosamente, González vai retornar justamente diante do América. Foi contra o Mequinha que o chileno fez sua última apresentação com a camisa rubro-negra. Depois disso, sentiu edema na coxa e ficou 25 dias no departamento médico leonino. Quando estava pronto para retornar, sofreu uma pancada em treinamento e sentiu novamente a lesão, ficando mais tempo no DM. Ao todo, foram dez partidas desfalcando a equipe.

Durante toda a semana, o chileno priorizou os trabalhos físicos no centro de treinamento. Todavia, participou normalmente das movimentações com bola. A expectativa agora é que, totalmente recuperado, Mark González possa finalmente assumir uma posição de destaque no time. Quando foi contratado, no começo da temporada, era isso o que se esperava dele, afinal o jogador tem passagens por grandes clubes da Europa, como o Liverpool, por exemplo. Sem falar nas atuações pela seleção chilena. A intenção era que ele substituísse Diego Souza no coração dos torcedores. As lesões, contudo, atrapalharam isso até agora.

“Ele vai voltar e nos ajudar muito. Espero que ocorra tudo bem”, disse o lateral-direito Samuel Xavier.

Quem também valorizou a volta do chileno foi o volante Rithely. O camisa 21 aproveitou e ainda saiu em defesa do companheiro, alvo de algumas críticas pela demora na recuperação. “Ele está louco para voltar. Quer sempre batalhar e estar em campo conosco. Ele não teve culpa nenhuma nas lesões. Ele é ao contrário desses caras que dizem que chega para ‘roubar’ o clube. Ele não está acomodado”, afirmou.

O meia, porém, terá trabalho para recuperar a titularidade. Além de Reinaldo Lenis, há a concorrência de nomes como Gabriel Xavier e Éverton Felipe. Este último com a moral de estar voltando de treinamentos com a seleção brasileira sub-20.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias