Resistência

Flamengo não aceita que título de 87 é do Sport e faz provocações

Clube tem usado as redes sociais para se posicionar sobre a decisão do STF

Luana Ponsoni
Luana Ponsoni
Publicado em 19/04/2017 às 8:32
Twitter/Reprodução
Clube tem usado as redes sociais para se posicionar sobre a decisão do STF - FOTO: Twitter/Reprodução
Leitura:

Um dia depois de o Supremo Tribunal Federal ter determinado, após votação na 1ª Turma, que o Sport é o único campeão brasileiro de 1987, o Flamengo parece ainda não ter aceitado muito bem a decisão. O clube da Gávea vem usando o twitter para postar a sua posição sobre quem, de fato, é o dono do Nacional disputado há 30 anos.

Com uma foto do elenco de 1987, do qual faziam parte ex-craques como Zico e Renato Gaúcho, o Urubu declarou sua convicção sobre ser o dono do título. “No campo, na bola, sempre Flamengo. Campeão Brasileiro de 1987”, publicou.

Em outro post, trouxe 87 fatos reais sobre a história do clube e disse haver, entre eles, apenas uma mentira. Em destaque, pode-se ler a frase: “Contra fatos há argumentos” no item de número 88.

DISPUTA

Sport e Flamengo disputam na Justiça o título de 87 desde o fim do polêmico Brasileiro daquele ano. Em crise, a Confederação Brasileira de Futebol só assumiu a organização do campeonato às vésperas do começo, criando os módulos Verde e Amarelo. Os campeões dos módulos (1º e 2º) iriam se cruzar em quadrangular para definir o campeão. Flamengo e Inter, que ganharam o módulo Verde, não quiseram disputar a fase final e perderam por W.O. Assim, o Sport e Guarani, vencedores do Amarelo, fizeram as finais, com o Leão levando a melhor.

Sport e Guarani jogaram a Libertadores no ano seguinte. O resultado do gramado, contudo, virou alvo de briga da Justiça já em 1988. O Sport teve decisão favorável em 1994, que foi ameaçada em 2011, quando a CBF decidiu dividir o título. Os pernambucanos recorreram e voltaram a ser os únicos campeões. Atualmente, a decisão válida para o Leão é a da 3ª turma do Superior Tribunal de Justiça, em 2014.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias