RIVALIDADE

Após três anos, Sport e Santa Cruz fazem reencontro regional decisivo

Semifinalistas em 2014, quando o Leão levou a melhor, Sport e Santa Cruz voltam a reeditar a rivalidade no mata-mata de 2017

Diego Toscano
Diego Toscano
Publicado em 28/04/2017 às 6:06
Foto: Guga Matos/JC Imagem
FOTO: Foto: Guga Matos/JC Imagem
Leitura:

Três anos separam o último Clássico das Multidões em semifinal de Copa do Nordeste. Em 2014, Sport e Santa Cruz se enfrentaram por uma vaga na final. Na ocasião, o Leão foi soberano, vencendo os dois jogos. Depois, faturou o título do Nordestão contra o Ceará. Ainda na temporada, bateu novamente a Cobra Coral, pelas sêmis do Pernambucano, levando também a taça do torneio local ante o Náutico. Nos anos seguintes, porém, o Tricolor do Arruda deu a volta por cima, com três conquistas e o acesso a Série A. Já os rubro-negros não levantam um troféu desde 2014.

Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem
Foto: Guga Matos/JC Imagem
- Foto: Guga Matos/JC Imagem

As semifinais de 2014 foram disputadas nos dias 12 e 19 de março. Na ida, o Leão bateu a Cobra Coral por 2x0, com gols dos atacantes Neto Baiano e Felipe Azevedo. No Arruda, o volante Rithely, que permanece no elenco rubro-negro, e o lateral Patric fizeram os tentos do Sport, enquanto o centroavante Léo Gamalho descontou para o Santa (2x1).

Dos jogadores titulares do rubro-negro em 2017, além de Rithely, outros três estavam nos duelos de três anos atrás: o goleiro Magrão, o zagueiro Durval e o volante Ronaldo. Na Cobra Coral, apenas um jogador do atual elenco, totalmente reformulado para a temporada, esteve presente nas semifinais do Nordestão de 2014. Formado na base, o lateral Nininho foi titular nas duas partidas. Em Pernambuco, o goleiro Tiago Cardoso, ex-Santa e o zagueiro Éwerton Páscoa, ex-Leão, também participaram da semifinal há três temporadas.

Depois das duas vitórias sobre o Santa e os títulos do Pernambucano e da Copa do Nordeste, o Sport não conseguiu mais conquistar títulos, mas fez boas campanhas na Série A. Ainda em 2014, encerrou o Brasileirão na 11ª posição e ficou na segunda fase da Sul-Americana. Já 2015 não começou bem: a equipe foi eliminada nas sêmis do Estadual (Salgueiro) e do Nordestão (Bahia). No maior objetivo do ano, o Brasileiro, uma campanha fantástica do Leão, com a sexta posição no geral, a segunda melhor de um nordestino nos pontos corridos.

Para fechar o ciclo leonino, a última temporada foi a pior do clube no período. No primeiro semestre de 2016, derrota na final do Pernambucano para o Santa Cruz e eliminação novamente nas semifinais do Nordestão, contra o Campinense, nos pênaltis. Na Série A, não conseguiu repetir a boa campanha de 2015 e chegou a habitar a zona de rebaixamento, escapando do Z-4 na última rodada contra o Figueirense. Terminou no 14º lugar.

SANTA CRUZ

Depois das eliminações em 2014, o Santa Cruz disputou a Série B depois de sete anos. A campanha foi modesta, com a nona posição na competição nacional. No ano seguinte, sem Nordestão e Copa do Brasil por ter perdido o terceiro lugar do Estadual 2014 contra o Salgueiro, o Tricolor do Arruda conseguiu todos os objetivos. No Pernambucano, conquistou o título. Na Série B, o acesso, com seis vitórias seguidas na reta final.

Em 2016, o ano começou perfeito e terminou nefasto na Cobra Coral. No primeiro semestre, mais uma arrancada e as taças do Nordestão e do Pernambucano foram parar na sala de troféus do Arruda. No Brasileirão, início promissor, com direito até a liderança em duas rodadas. Depois, problemas financeiros rebaixaram a equipe na competição.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias