PROFESSOR

'Vim para nacionalizar ainda mais o Sport', diz Vanderlei Luxemburgo

Prestes a completar um mês no Sport, Vanderlei Luxemburgo deu novos detalhes de sua vinda à Ilha do Retiro

FELIPE HOLANDA
FELIPE HOLANDA
Publicado em 30/06/2017 às 21:29
Guga Matos/JC Imagem
Prestes a completar um mês no Sport, Vanderlei Luxemburgo deu novos detalhes de sua vinda à Ilha do Retiro - FOTO: Guga Matos/JC Imagem
Leitura:

Campeão do Pernambucano, Vanderlei Luxemburgo vem dando sua cara ao time do Sport desde que chegou ao clube. E o melhor, ambos vem ganhando com a vinda dele ao Recife. Prestes a completar um mês no comando técnico, Luxa revelou os motivos que o fez acertar com o time da Ilha do Retiro.

"Minha vinda pra cá foi estratégica mesmo. Já dirigi vários clubes do brasil e tenho a experiencia. Vim para nacionalizar ainda mais o Sport. Aqui temos uma certa vantagem que é jogar na Ilha do Retiro. Dá medo aos adversários ver o estádio cheio. Podemos brigar de igual para igual com qualquer um", disse Luxemburgo ao programa Jogando em Casa do Esporte Interativo.

Em seu primeiro trabalho em times do Nordeste, Vanderlei destacou que só viria a região para treinar dois times. O próprio Sport e o Bahia. Os rivais decidiram, inclusive, o último Nordestão, vencido pelo tricolor baiano.

"Já pensei nisso antes. Quando eu pensei em treinar um clube do Nordeste, pensei no Sport e no Bahia, pelas histórias que eles têm. Antes de ir para o Bragantino, quase eu tinha vindo para o Sport. Quando o Wanderson (Lacerda) era o presidente. Alguém havia me indicado para ele e quase aconteceu", destacou.

DISCUSSÃO 

Ao ser perguntado sobre uma possível queda no seu trabalho após o primeiro ano no clube, Luxemburgo disparou contra o comentarista Vitor Sérgio Rodrigues. "Você tem que pesquisar. Se você ver o meu trabalho vai ver que não é assim", disse, ríspido, Vanderlei.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias