série a

Após vitória na Ilha, Diego Souza garante que quer ficar no Sport

Diego Souza foi autor do gol da vitória do Sport sobre o Atlético-PR, pela 11ª rodada da Série A. Ele falou que sua preferência é ficar no Recife

Gabriela Máxima
Gabriela Máxima
Publicado em 02/07/2017 às 17:54
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
FOTO: Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Leitura:

Autor do gol da vitória do Sport sobre o Atlético-PR, Diego Souza revelou que seu desejo é permanecer no time rubro-negro. O jogador protagoniza uma negociação importante entre Leão e Palmeiras, que quer a transferência do atleta para a reforçar a Série A e a Libertadores. Até agora, porém, Diego não tinha comentado diretamente sobre o assunto. Após o final do jogo na Ilha do Retiro, ele garantiu que não decide nada, mas quer ficar no Sport.

TRANQUILIDADE

Além disso, ele revelou que um de seus objetivos no momento é assegurar a convocação para a seleção brasileira na Copa do Mundo de 2018. "Eu não decido nada. As conversas estão acontecendo. Eu tenho contrato e sou feliz aqui. Essa semana vai sair uma definição. Dessa vez eu estou tranquilo, com a cabeça serena. Cada dia que passa trabalho mais forte.  Quero continuar na lista de convocação da seleção brasileira. Hoje, mais uma vez, o time estava aguerrido e conseguimos essa vitória importante", comentou o meia, que fez o gol em cobrança de pênalti. 

Ele continuou. "Depois de decidir eu vejo o que vou fazer. Mas minha vontade sempre foi ficar aqui. Sempre disse isso", concluiu. Em 2017, Diego Souza foi convocado três vezes pelo técnico Tite para seleção brasileira. Com boas atuações no Sport e na seleção, ele chamou a atenção do técnico do Palmeiras, Cuca, que fez um planejamento para contar o jogador na temporada.

Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
- Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
- Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
- Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
- Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
- Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
- Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
- Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
- Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
- Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
- Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
- Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
- Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
- Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
- Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
- Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
- Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
- Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
- Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
- Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
- Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
- Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
- Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
- Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
- Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
- Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
- Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
- Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
- Foto: Diego Nigro/JC Imagem

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias