Estadual

Sport e FPF respondem ao TJD-PE até o dia 10 deste mês

O goleiro do Salgueiro, Luciano, entrou com um processo pedindo a anulação do resultado do último jogo do Pernambucano

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 07/07/2017 às 16:07
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
O goleiro do Salgueiro, Luciano, entrou com um processo pedindo a anulação do resultado do último jogo do Pernambucano - FOTO: Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Leitura:

O Sport e a Federação Pernambucana de Futebol (FPF) irão prestar os esclarecimentos ao Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-PE) até segunda-feira (10) sobre a determinação de não homologar o título pernambucano, deste ano, do Leão, que venceu por 1x0 o Salgueiro no último jogo do Estadual, no estádio Cornélio de Barros. Ambos foram intimados, ontem, e precisam responder dentro do prazo de 48 horas úteis. A medida foi tomada após o goleiro do Carcará, Luciano, entrar com um pedido na Justiça para que o confronto decisivo fosse anulado por conta do polêmico gol do time sertanejo.

“Entendemos que cada um tem o direito de pleitear aquilo que se sente lesado”, afirmou o diretor de futebol, Rodrigo Barros, que também faz parte do departamento jurídico do Sport, em entrevista à Rádio Jornal. Questionado se teme uma possível mudança no resultado, ele se mostrou confiante nos esclarecimentos perante o TJD-PE. “Os auditores são advogados preparados com seriedade no trabalho”, completou.

FEDERAÇÃO

A FPF também não mostrou receio na alteração do resultado da partida decisiva do Pernambucano. O presidente Evandro Carvalho frisou que vai cumprir o que for solicitado e determinado pela Justiça. "Vamos atender tudo", confirmou o mandatário da entidade. 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias