Leão

Sport perde para o Avaí e amplia jejum de vitórias

Time rubro-negro foi batido por 1x0 pelos catarinenses na Ilha do Retiro

Carlyle  Paes Barreto
Carlyle Paes Barreto
Publicado em 10/09/2017 às 18:02
Alexandre Gondim/JC Imagem
FOTO: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

O Sport chegou à sexta partida seguida sem vitórias no Campeonato Brasileiro, ao ser derrotado por 1x0 para o Avaí, neste domingo (10), na Ilha do Retiro. Com isso, se aproximando da zona de rebaixamento.

Com a terceira derrota consecutiva, o Leão trocou a briga pela Libertadores pela batalha no pelotão de trás. Com 29 pontos, está em 12º. Mas a apenas três pontinhos do grupo de degola. O Avaí, por sua vez, deixou o Z-4, pulando para a 15ª colocação, com 28 pontos.

Diferentemente das últimas partidas, o Leão entrou com postura melhor. Correndo mais, com movimentação mais constante.

Com três volantes, mas dando liberdade a todos. Tanto que as três primeiras finalizações do time foram deles. Uma com Rithely (salva quase em cima da linha por Airton) e duas com Patrick, numa delas cabeceando rente à trave). 

Alexandre Gondim/JC Imagem
- Alexandre Gondim/JC Imagem
Alexandre Gondim/JC Imagem
- Alexandre Gondim/JC Imagem
Alexandre Gondim/JC Imagem
- Alexandre Gondim/JC Imagem
Alexandre Gondim/JC Imagem
- Alexandre Gondim/JC Imagem
Alexandre Gondim/JC Imagem
- Alexandre Gondim/JC Imagem
Alexandre Gondim/JC Imagem
- Alexandre Gondim/JC Imagem
Alexandre Gondim/JC Imagem
- Alexandre Gondim/JC Imagem
Alexandre Gondim/JC Imagem
- Alexandre Gondim/JC Imagem
Alexandre Gondim/JC Imagem
- Alexandre Gondim/JC Imagem
Alexandre Gondim/JC Imagem
- Alexandre Gondim/JC Imagem

Mas, numa única bobeira do sistema defensivo rubro-negro, saiu o gol do Avaí. Com o artilheiro Júnior Dutra cabeceando sem chances para Magrão, aos 31 minutos, após cruzamento do veterano Juan.

O gol não mudou o panorama da partida. O Sport com mais posse de bola, porém com dificuldades de romper a retranca catarinense. Sem criatividade, com os donos da casa exagerando no jogo aéreo.

Para piorar, Everton Felipe, que vinha fazendo bom jogo, torceu o joelho e foi substituído por Rogério, com suspeita de lesão nos ligamentos.

No último minuto do primeiro tempo, duas chances de empate desperdiçadas. Diego Souza dominou na área e chutou cruzado. O rebote sobrou para Henríquez, livre, na pequena área. Mas o colombiano chutou para fora.

Na segunda etapa, o Sport voltou pressionando. Mais aberto. Mais ofensivo. E foi logo criando chance. De primeira, Diego Souza chutou forte. Betão se jogou na bola, salvando o Avaí.

Era uma espécie de ataque contra defesa. Com o Avaí restrito a marcação. Sem conseguir contra-atacar. Mas contendo toda pressão dos donos da casa.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias