Copa do Mundo de 2018

Analistas de desempenho do Sport falam sobre a Sérvia

A Sérvia será a terceira adversária do Brasil na fase de grupos da Copa do Mundo de 2018

JC Online
JC Online
Publicado em 06/12/2017 às 16:09
Williams Aguiar/Sport Recife
A Sérvia será a terceira adversária do Brasil na fase de grupos da Copa do Mundo de 2018 - FOTO: Williams Aguiar/Sport Recife
Leitura:

Os analistas de desempenho do Sport Thiago Duarte e Thiago Alves já têm algumas informações importantes para repassar à seleção brasileira sobre a Sérvia. A pentacampeã mundial faz o terceiro duelo no Grupo E da Copa do Mundo de 2018 contra os sérvios. De acordo com o departamento rubro-negro, a previsão é que o País  encontre um adversário que faz a defesa pelos setores do campo e ataca em velocidade. Essas características, porém, ainda são preliminares, já que a Sérvia passou por mudança de comando logo após as Eliminatórias Europeias para o Mundial. 

"A Sérvia está um pouco diferente da antiga escola iugoslava.  Estão com uma forma de jogo um pouco mais reativa, uma equipe que defende muito bem, fecha muito bem os espaços, procura defender zonal e o ataque é em velocidade. Não usa muito a posse de bola, circulação, triangulação, como era na escola iugoslava. Está um jogo mais veloz e agressivo" apontou o analista do Sport Thiago Duarte.

APROFUNDAMENTO

Ele o parceiro Thiago Alves pretendem se aprofundar mais nas observações da Sérvia para ter uma noção fiel de como o adversário do Brasil atua. Essas noções preliminares também estão acompanhadas das observações sobre mudanças promovidas pelo técnico interino Mladen Krstajic, que assumiu o cargo no lugar de Slavoljub Muslin. 

"O novo técnico tem só dois jogos. Ele mudou a estrutura, a forma de jogar, mudou alguns jogadores. Então, o que a gente tem de informação da Sérvia, da fase Eliminatória, a gente está arquivando em termos de comparação, mas agora a gente está colhendo novos dados... o que a gente procura são dados qualitativos. Ou seja, formas de jogo, posicionamento, comportamento, movimentação para que a gente possa ter um background de informações ideais para analisar a Sérvia", completou Thiago Duarte.

Todo o material que for colhido pelos analistas de desempenho do Sport será repassado diretamente a Fernando Lázaro, responsável pelo setor na CBF. Os analistas rubro-negros não terão contato direto com o técnico da seleção, Tite.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias