Leão

Arnaldo Barros admite atraso salarial no Sport

Arnaldo prometeu quitar débitos o quanto antes

Luana Ponsoni
Luana Ponsoni
Publicado em 12/12/2017 às 12:11
Sport Recife/Divulgação
Arnaldo prometeu quitar débitos o quanto antes - FOTO: Sport Recife/Divulgação
Leitura:

Depois de muita especulação envolvendo atrasos salariais e no pagamento dos direitos de imagem dos jogadores do Sport, o presidente Arnaldo Barros admitiu, na manhã desta terça-feira (13), que o clube, de fato, está em aberto com os atletas. O mandatário, porém, desmentiu o tempo da dívida do rubro-negro com o elenco. Para Arnaldo, são apenas dois dias. A última remuneração dos jogadores teve vencimento na quinta-feira passada.

VEJA O ESPECIAL SOBRE O TÍTULO DE 1987

"São dois dias de atraso de salário. O salário era para ter sido pago na quinta-feira da semana passada e nós não pagamos. Sexta-feira foi feriado. Sábado não é útil, domingo também. Nós estamos em atraso o dia de segunda e hoje (13/12). E quando vamos pagar? Assim que pudermos. Nosso horizonte é que seja o quanto antes", disse Arnaldo Barros.

Referência no que diz respeito ao compromisso com o pagamento dos atletas, o Sport teria sido atingido pelo difícil ano da economia brasileira. Para o presidente do Leão, essa foi a principal justificativa para que o rubro-negro tivesse dificuldade em arcar com a remuneração dos atletas neste fim de 2017.

"Esses atrasos decorrem de um ano dificílimo em termos de economia para todo mundo. O Sport não cria dinheiro. O Sport não tem como, de uma hora para outra, fazer dinheiro. E o presidente do Sport não faz loucuras por conta de estar sentado na cadeira de presidente. Nós vamos pagar, temos recurso orçamentários para pagar. Deve ocorrer o mais rápido possível", garantiu.

PRAZO

Arnaldo Barros evitou dar uma data para que os salários sejam quitados. O objetivo do mandatário foi evitar que uma 'crise inexistente' seja criada no Leão. "Não vou dizer uma data porque se eu disser e não pagar, no outro dia, vem outra manchete: o Sport com dificuldade... as pessoas que botam isso têm audiência e geram um clima que não existe dentro do Sport", concluiu. 

 

Últimas notícias