CONTRATAÇÃO

Diretoria do Sport vai priorizar reforços para o setor defensivo

A zaga rubro-negra foi a mais vazada do Brasileirão, com 58 gols sofridos em 38 jogos

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 15/12/2017 às 7:07
Foto: Williams Aguiar/ Sport
A zaga rubro-negra foi a mais vazada do Brasileirão, com 58 gols sofridos em 38 jogos - FOTO: Foto: Williams Aguiar/ Sport
Leitura:

Depois de definir os nomes que não interessam para a próxima temporada, a diretoria do Sport volta a atenção para a negociação dos primeiros reforços do elenco leonino. O executivo de futebol rubro-negro, Alexandre Faria, revelou que o clube já está com algumas negociações em andamento.

“Já começamos a trabalhar no mercado. Temos conversas adiantadas com alguns jogadores e pretendemos, quando as tratativas avançarem, anunciar aos torcedores as primeiras contratações”, disse o dirigente.

Diante do péssimo desempenho do sistema defensivo em 2017, com o Sport terminando o Brasileirão como a zaga mais vazada do campeonato, com 58 gols sofridos em 38 jogos, a prioridade será reforçar o setor. “Nelsinho (Baptista) tem uma avaliação interessante do que é preciso fazer, modelo de jogo que pretende implementar e, a partir daí, definimos alguns nomes prioritários para trabalhar. A zaga e o meio de campo são posições que vamos observar melhor”, contou Faria.

Dos oito nomes que o Leão não demonstrou interesse de renovar, três são zagueiros (Igor Ribeiro, Neris e Jefferson) e Durval ainda não tem renovação garantida. Com isso, apenas três defensores têm contrato para a próxima temporada: Henríquez, Ronaldo Alves e Matheus Ferraz, que volta de empréstimo do Goiás.

PERCEPÇÃO

Mesmo com Nelsinho Baptista longe do futebol brasileiro há nove anos, Alexandre garantiu que o treinador está bastante atualizado do mercado de jogadores do País. "Apesar desse tempo no Japão, Nelsinho acompanhou de maneira forte o futebol brasileiro e conhece muitos atletas. A gente está trabalhando de maneira alinhada e a expectativa é muito boa para 2018.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias