Vexames

Eliminações precoces perseguem Sport na Copa do Brasil

Clube coleciona insucessos nas primeiras fases da Copa do Brasil

Vinícius Barros
Vinícius Barros
Publicado em 16/02/2018 às 12:08
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Clube coleciona insucessos nas primeiras fases da Copa do Brasil - FOTO: Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

Sair no início da Copa do Brasil não tem sido novidade para o Sport. A eliminação dessa quinta para o Ferroviário-CE, pela segunda fase do torneio, se junta a uma lista de outras saídas precoces do time rubro-negro, que tem como última campanha de destaque o título de 2008.

Um desses casos foi em 2016, ainda na primeira fase, quando o Sport foi derrotado para a Aparecidense-GO duas vezes. O primeiro jogo terminou 2x0 para o time goiano e o segundo foi 2x1, em confronto no Recife.

Assim como em 2018, a equipe saiu na segunda fase também em 2014, quando o Paysandu derrotou os leoninos com o placar agregado de 4x4 devido ao maior número de gols feitos fora de casa.

O Papão também foi o responsável pela queda rubro-negra em 2012. Com vitórias por 2x1, em Belém, e uma goleada por 4x1, na Ilha do Retiro, o time paraense despachou o Sport na segunda fase.

Mais eliminações

Na primeira fase, em 2011, foi a vez do Sampaio Corrêa colocar um fim na participação rubro-negra na Copa do Brasil após dois empates, 0x0 no Maranhão, depois 2x2, no Recife. Já em 2013, o ABC derrotou o Leão duas vezes pela segunda fase. Primeiro, em Natal, por 2x0, em seguida, na Ilha, por 3x2.

Ao todo, a década após o título de 2008 teve seis saídas precoces e apenas três classificações às oitavas. As últimas campanhas mais expressivas ocorreram em 2010, 2015 e 2017, quando o Sport chegou até essa fase e foi eliminado por Atlético-MG, Santos e Botafogo, respectivamente.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias