POLÊMICA

Dirigente do Sport quer árbitro de fora em clássicos decisivos

Guilherme Beltrão disse que o Campeonato Pernambucano pode estar sendo direcionado para o Náutico ser campeão

Matheus Cunha
Matheus Cunha
Publicado em 05/03/2018 às 12:11
Guga Matos/ JC Imagem
Guilherme Beltrão disse que o Campeonato Pernambucano pode estar sendo direcionado para o Náutico ser campeão - FOTO: Guga Matos/ JC Imagem
Leitura:

O vice-presidente de futebol do Sport, Guilherme Beltrão, não está nada satisfeito com a arbitragem do Campeonato Pernambucano. Para o dirigente, estão acontecendo sucessivos erros que favorecem o Santa Cruz. Ainda segundo Beltrão, a "grande prioridade" da competição "esse ano é fazer o Náutico ser campeão". Por conta disso, em entrevista ao comentarista Ralph de Carvalho, da Rádio Jornal, nesta segunda-feira, afirmou que pedirá árbitros de fora caso tenha que enfrentar algum dos rivais na fase decisiva do Estadual.

"No jogo Santa x Vitória, o zagueiro Genilson agrediu o atacante do Vitória e era pra ser expulso. No jogo do Santa com o Central, houve um pênalti do goleiro tricolor no atacante do Central. No clássico contra o Náutico, o Sport teve um pênalti que o goleiro do Náutico fez quando estava 2x0", esbravejou o dirigente. Depois, citou possíveis erros que teriam acontecido na partida deste domingo, entre a Cobra Coral e o Belo Jardim.

"Não precisa dizer os erros de ontem (domingo). Um pênalti escandaloso para o Belo Jardim. Aquilo não existe. E o terceiro gol do Santa que foi uma falta no jogador do Belo Jardim. Se não fossem esses erros, o Santa Cruz certamente estaria brigando contra o rebaixamento", completou.

ÁRBITRO FIFA

A necessidade de ter um árbitro de fora, segundo Beltrão, se dá por conta da pressão aplicada nos profissionais do Estado. Ele quer arbitragem da Fifa, mas não quer "alguém que já esteja se aposentando".

"Depois que passar esse jogo contra o Santa (o Clássico das Multidões será na próxima quarta-feira, na Ilha do Retiro), eu acho que, para o bom término do Campeonato, tem que vir um juiz de fora. E não é um juiz de fora se aposentando não, tipo um Hebert Roberto Lopes.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias