APTOS

Sport: Rithely, Fellipe Bastos e Fabrício à disposição para o clássico

Os três volantes deixaram o DM e, agora, ficam a critério de Nelsinho Baptista para serem utilizados contra o Santa Cruz

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 05/03/2018 às 17:32
Foto: Williams Aguiar/ Sport
Os três volantes deixaram o DM e, agora, ficam a critério de Nelsinho Baptista para serem utilizados contra o Santa Cruz - FOTO: Foto: Williams Aguiar/ Sport
Leitura:

Se nas últimas rodadas do Estadual, o técnico Nelsinho Baptista não tinha muitas opções no meio de campo para escalar o time do Sport, no clássico contra o Santa Cruz, quarta-feira (7), às 21h45, na Ilha do Retiro, ele ganhou três reforços vindos do departamento médico. Os volantes Rithely, Fellipe Bastos e Fabrício foram liberados pelo DM e estão à disposição do treinador rubro-negro.

Os três jogadores participaram normalmente do treino com bola na tarde desta segunda-feira (5), no CT José de Andrade Médicis, e não sentiram nenhum incômodo. Porém, o que pesa contra eles - principalmente Rithely e Fellipe Bastos - é a falta de ritmo de jogo, já que a última partida disputada pelos dois foi no dia 7 de fevereiro, no duelo contra o Santos-AP, pela Copa do Brasil.

Bastos se recuperou de uma lesão muscular na coxa direita, enquanto que o camisa 21 (que também atravessa o impasse de deixar o Sport) estava tratando de dores crônicas no tornozelo direito. Já o prata da casa Fabrício acabou se lesionando ao cair por cima do ombro no confronto com o Belo Jardim, no estádio Luiz Lacerda.

POUPAR

A expectativa é que pelo menos um deles seja acionado para iniciar a partida. Isso porque Nelsinho Baptista pode poupar Anselmo do clássico por motivos de cartão amarelo, pois ele já tomou dois e se levar o terceiro contra o Santa Cruz desfalca o Leão nas quartas de final. Lembrando que o garoto Fabrício também já foi advertido com o amarelo duas vezes nesse Pernambucano.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias