COM PÉ DIREITO

Pablo Pardal quer alçar voos mais altos no Sport

Prata da casa, de 18 anos, estreou como titular do profissional do Leão marcando dois gols

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 04/04/2018 às 8:26
Foto: Felipe Jordão/ JC Imagem
Prata da casa, de 18 anos, estreou como titular do profissional do Leão marcando dois gols - FOTO: Foto: Felipe Jordão/ JC Imagem
Leitura:

Uma estreia para ficar na memória. Em sua primeira partida como titular do time profissional, o meia Pablo Pardal teve uma boa atuação e marcou dois gols na vitória do Sport diante do Salgueiro, por 3x0, segunda-feira (2), na disputa do 3º lugar do Pernambucano, deixando boa impressão para a torcida rubro-negra. Um dia após o feito, o prata da casa, de apenas 18 anos, era só alegria.

De folga, Pablo, que ainda mora no alojamento do clube, conversou terça (3) com a reportagem do Jornal do Commercio nas cadeiras da Ilha do Retiro, antes do início do jogo do Sport pela Copa do Brasil sub-20 (venceu o Atlético-GO por 3x0, avançou às oitavas de final e vai encarar o Corinthians). O garoto, no entanto, já não passou mais despercebido pelos torcedores e recebeu o carinho dos rubro-negros que compareceram ao estádio. Apesar do assédio, o jovem sabe que precisa manter os pés no chão. “Estou tranquilo. Não posso deixar subir a minha cabeça. Quero continuar focado e manter a humildade para dar mais felicidades ao Sport”, falou Pardal.

O desempenho do meia-atacante já vem agradando o técnico Nelsinho Baptista desde os treinos da última semana. Após a vitória contra o Caracará, o comandante leonino chegou a comparar o biotipo e o estilo de jogo de Pablo com o saudoso ex-atacante Leonardo. “Nelsinho tinha me chamado na sala dele e disse que eu parecia com Leonardo. Fiquei feliz, pois sei que ele é um ídolo do Sport. Vi alguns vídeos dele no Youtube, aquele jogo que o Sport goleou o Atlético-MG por 6x0, lá no Mineirão, e ele marcou cinco gols. É um orgulho grande ter o conhecido aqui na base do clube e ter trabalhado ao lado dele. Recebi muitos conselhos. Ele sempre me incentivava dizendo que iria chegar. Hoje estou aqui”.

INÍCIO

Natural da cidade de Pão de Açúcar, em Alagoas, Pablo chegou às categorias de base do Leão aos 14 anos. “Quem me descobriu foi meu ex-empresário, que me trouxe para fazer um teste e acabei ficando. Fiquei na equipe sub-15, com o professor Júnior Câmara, que foi fundamental nessa minha trajetória”, lembrou.

Com o primeiro passo dado na equipe principal, Pardal espera dar voos mais altos na carreira. “Me motiva muito ver que os garotos da base do Sport têm oportunidades no profissional. Joelinton era muito meu amigo e hoje está na Europa. Também trabalho forte para isso, me destacar e um dia sair do País”.

Últimas notícias