DIFICULDADE

Técnico do Sport exalta força do Corinthians, mesmo com desfalques

Claudinei Oliveira não acredita em um duelo mais tranquilo diante do atual campeão Brasileiro

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 19/05/2018 às 9:03
Foto: Williams Aguiar/ Sport
Claudinei Oliveira não acredita em um duelo mais tranquilo diante do atual campeão Brasileiro - FOTO: Foto: Williams Aguiar/ Sport
Leitura:

Nem mesmo o Corinthians teoricamente enfraquecido, sem Cássio, Balbuena, Rodriguinho, Jadson e Romero, fez o técnico Claudinei Oliveira ficar mais tranquilo para o confronto de domingo, na Arena de Pernambuco, pela 6ª rodada do Brasileirão. Muito pelo contrário. O comandante do Sport fez questão de ressaltar que a força do Timão não está apenas nas peças e, sim, no conjunto e na disciplina tática de todos os jogadores do elenco.

“O Corinthians, independente de quem for jogar, tem um padrão tático bem definido. Começou lá atrás com Mano (Menezes), depois com Tite e, agora, com Fábio Carille. Eles têm uma forma de jogar bem elaborada e a força não está somente na individualidade dos jogadores, mas no comprometimento da equipe. Quem está fora, quer entrar e mostrar que tem condições de jogar. Temos de pensar nisso”, alertou Oliveira.

Com as ausências de Fellipe Bastos e Marlone, o técnico rubro-negro já confirmou que Everton Felipe e Rafael Marques assumem as vagas. “A nossa equipe é essa que iniciamos o coletivo, com Everton Felipe e Gabriel. Eles fizeram um bom treino e enfatizamos bastante a questão da competitividade. Podemos ter meias, com qualidade técnica, desde que eles sejam competitivos e, sem a bola, voltem e ajudem na marcação”, explicou.

O volante Deivid, que teve o seu nome publicado no BID, pode ser a novidade entre os titulares, Neto Moura teria a vaga em risco. Oliveira não confirmou, mas deixou em aberto a possibilidade de fazer uma única mexida em relação ao time que treinou ontem. “Ainda tenho o treino de amanhã (sábado). Se conseguir algumas informações do Corinthians posso fazer uma mudança no máximo. O restante do time não vou mudar não”, adiantou.

A equipe principal que iniciou a movimentação realizada na Arena teve: Magrão; Cláudio Winck, Ronaldo Alves, Ernando e Sander; Anselmo e Neto Moura; Rogério, Gabriel e Everton Felipe; Rafael Marques.

OBSERVAÇÕES

Na segunda parte do coletivo, Claudinei aproveitou para testar algumas situações de jogo e promoveu três modificações do meio para frente no time considerado titular. Ele acionou Deivid no lugar de Neto Moura; Carlos Henrique no de Everton Felipe; e Michel Bastos no de Gabriel. Nessa formação, Rafael Marques caiu pela direita, Michel Bastos pelo meio e Rogério seguiu aberto pela esquerda, com Carlos Henrique de centroavante.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias