Série A

Só pedreira: Sport enfrenta cinco dos oito primeiros da Série A no próximo mês

Leão terá sequência complicada para tentar reagir no Brasileirão

Diego Toscano
Diego Toscano
Publicado em 07/09/2018 às 7:21
Diego Nigro/JC Imagem
Leão terá sequência complicada para tentar reagir no Brasileirão - FOTO: Diego Nigro/JC Imagem
Leitura:

Precisando desesperadamente se recuperar no Brasileirão, o Sport terá cinco pedreiras pela frente em um mês. Entre os dias 8 de setembro e 7 de outubro, o Leão pega cinco dos oito primeiros da tabela da Série A: Cruzeiro, Corinthians, Palmeiras, Atlético-MG e Internacional. Hoje, o rubro-negro ocupa a 17ª posição no campeonato, com apenas uma vitória nos últimos 12 jogos.

A amarga sequência começa logo com o Cruzeiro, que junto com o Palmeiras, são os únicos brasileiros ainda vivos em três competições na temporada. No Brasileiro, o time mineiro ocupa a sétima posição, com 32 pontos, 14 a menos que o líder Internacional. Até por isso, deve poupar titulares contra o Sport visando as semifinais da Copa do Brasil, quando visita o Palmeiras, na próxima quarta. Na Libertadores, a equipe está nas quartas de final e pegará o Boca Juniors (ARG).

O fato da Raposa vir sem alguns titulares, como o meia Thiago Neves, não fará a missão na Ilha, amanhã, ser mais fácil. Pelo menos é o que garante o lateral Cláudio Winck. “O Cruzeiro tem um grande elenco. Independentemente de quem vier, a gente tem que pensar que é uma final, pois pra nós é isso. Precisamos vencer e vamos entrar com tudo pra buscar esses três pontos”, disse o ala direito.

Depois, no dia 16, em São Paulo, talvez o adversário em pior fase, mas ainda na parte de cima da tabela: Corinthians. Apesar da oitava posição na Série A, o Timão tem apenas três vitórias nos últimos 10 jogos. O mau momento custou a vaga de Osmar Loss, que voltou a ser auxiliar após a derrota para o Ceará, na quarta.

Uma semana depois, na Ilha, hora de pegar o Palmeiras, que tem um dos melhores elencos do Brasil. O Porco ainda luta por três títulos no ano: é terceiro lugar na Série A (43 pontos), está na semifinal da Copa do Brasil (contra o Cruzeiro) e nas quartas da Libertadores (pega o Colo-Colo, do Chile). No dia 30, vez do sexto colocado Atlético-MG, que tem 38 pontos. Casa de Ricardo Oliveira, vice-artilheiro do Brasileirão com nove gols, o Galo tem apenas duas derrotas nos últimos nove jogos.

Fechando a lista, a maior pedreira: o líder Internacional. O clube gaúcho tem o dobro de pontos do Sport no Brasileiro (46x23). Comandado pelo desconhecido Odair Hellmann, que era assistente técnico até Guto Ferreira ser demitido, em novembro do ano passado, o clube vem fazendo uma campanha fantástica. Nos últimos 19 jogos na Série A, apenas uma derrota, com 12 vitórias e seis empates.

No primeiro turno, porém, mesmo com todas essas dificuldades, o Sport fez seu papel. Dos 15 pontos, fez oito: venceu por 3x2 o Palmeiras no Allianz Parque e o Atlético-MG na Ilha do Retiro; empatou com o Internacional no Beira Rio (0x0) e com o Corinthians na Arena PE e só perdeu para o Cruzeiro, por 2x0, no Mineirão. “No primeiro turno fomos lá e fizemos. Não é impossível. Temos um bom time e fazemos bons jogos. Dá pra manter isso e buscar esses pontos sim”, explicou o lateral Winck.

Em um mês, Sport enfrenta cinco dos oito primeiros colocados da Série A

CLASSIFICAÇÃO

1º - Internacional (46 pontos, +17 de saldo)
2º - São Paulo (46 pontos, +16 de saldo)
3º - Palmeiras (43 pontos)
4º - Flamengo (41 pontos)
5º - Grêmio (40 pontos)
6º - Atlético-MG (38 pontos)
7º - Cruzeiro (32 pontos)
8º - Corinthians (30 pontos)

TABELA

8/9 - Cruzeiro - Ilha do Retiro - 24ª rodada
16/9 - Corinthians - Itaquerão - 25ª rodada
23/9 - Palmeiras - Ilha do Retiro - 26ª rodada
30/9 - Atlético Mineiro - Independência - 27ª rodada
7/10 - Internacional - Ilha do Retiro - 28ª rodada

PRIMEIRO TURNO

Derrota contra o Cruzeiro (0x2, Mineirão)
Empate ante o Corinthians (1x1, Ilha do Retiro)
Vitória contra o Palmeiras (3x2, Allianz Parque)
Vitória ante o Atlético-MG (3x2, Ilha do Retiro)
Empate contra o Internacional (0x0, Beira Rio)
Duas vitórias, dois empates e uma derrota (53% de aproveitamento)

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias