Elenco

Direção reprova Fellipe e Michel Bastos, mas eles ficam no Sport

Jogadores fizeram postagens nas redes sociais e desagradaram diretoria

Diego Toscano
Diego Toscano
Publicado em 10/09/2018 às 17:52
Léo Motta/JC Imagem
Jogadores fizeram postagens nas redes sociais e desagradaram diretoria - FOTO: Léo Motta/JC Imagem
Leitura:

O volante Fellipe Bastos e o meia Michel Bastos ficam no Sport. Nesta segunda-feira (10), a diretoria rubro-negra se reuniu com a imprensa para detalhar a situação dos dois jogadores. Apesar de reprovarem as postagens dos atletas no último sábado (8), o vice-presidente de futebol Guilherme Beltrão e o diretor de futebol Leonardo Lopes confirmaram que a "família Bastos" permanecem no clube. Mas mandaram um recado: "ninguém está acima da instituição".

"É óbvio que as postagens não geraram coisa positiva na data de um jogo importante. Temos 14 finais até o final e precisamos estar unidos para alcançar os objetivos. Não existem atletas, independente de quem quer que seja, maiores do que a instituição. Todos têm que demonstrar muito orgulho em vestir o manto rubro-negro. Tem que amar a camisa e conquistar, com muito suor e dedicação, o lugar deles no time. Hoje, ninguém joga no Sport por nome ou passado. E isso é direcionado para todo o elenco", afirmou Leonardo Lopes.

Mesmo sem explicar quais medidas foram tomadas, a diretoria levou em consideração também os contratos em vigência para tomarem a decisão. Mesmo que as postagens não tenham agradado à diretoria.

"Hoje, a legislação brasileira é totalmente diferente. Quando envolve jogador com outro clube e o Sport, nada é decidido unilateralmente. Mas não houve nenhuma movimentação para isso (demissões). Com relação a redes sociais, existe o livre arbitrio desde que não exponha. O clube entende que talvez foram inoportuna, porém existem contratos a serem cumpridos e clube envolvidos na situação. Temos algumas situações que precisam ser respeitadas dentro da lei", explicou Beltrão.

"Existem situações que fogem da questão do campo. Tudo isso vai ser analisado. Tenha certeza que ficamos extremamente descontentes, mas não somos omissos. O que tinha que ser feito, dentro da legalidade, foi feita. Compete a eles mostrar que têm condições para vestir a camisa rubro-negra", complementou Leonardo Lopes

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias