Série A

'Quem disse que nosso objetivo não é maior?', diz Milton sobre luta contra queda do Sport

Treinador disse que é ambicioso e que os desafios são feitos para serem vencidos

Diego Toscano
Diego Toscano
Publicado em 26/09/2018 às 19:32
Guga Matos/JC Imagem
Treinador disse que é ambicioso e que os desafios são feitos para serem vencidos - FOTO: Guga Matos/JC Imagem
Leitura:

Os números dizem que a briga do Sport é desesperadora. No site Chance de Gol, especializado em estatística esportiva, a chance de queda chega a 95%. Para escapar, serão necessárias sete vitórias em 12 jogos para chegar a 45 pontos, número histórico para permanecer na Primeira Divisão. Mas, para Milton Mendes, novo técnico do Sport, a situação do clube não é tão ruim. E que o rubro-negro pode até pensar em voos mais altos na Série A.

"Não vejo esse cenário tão ruim. Faltam 12 jogos e são muitos pontos. Coloco dificuldades, mas não extremismos. Temos amplas possibilidades de sair e rapidamente. Os desafios são feitos para serem vencidos. As dificuldades estão aí e ninguém esconde. Mas também já aconteceu de outros times, com menos tempo, conseguirem sair. Basta um click, e acredito que já iniciou. Não nos prendemos em estatística. Você (repórter) falou em 45 pontos (para escapar da queda). Quem é que disse que não queremos mais? Sou ambicioso. Temos que ter objetivos e metas corajosas", disse.

QUEIMAR ETAPAS

Com apenas mais três dias de treinamento até o jogo contra o Atlético-MG, no próximo domingo (30), pela 27ª rodada da Série A, Milton vai queimar etapas para, enquanto ajeita a equipe, conquistar pontos para manter o Sport vivo contra a queda. "Colocar tudo em prática requer tempo. Vamos precisar queimar etapas e trabalhar rapidamente algumas coisas ligadas diretamente ao jogo de domingo (30), que é a nossa próxima final", explicou.

Últimas notícias