Brasileirão

Sport vence Santos, mas é rebaixado para a Série B

Resultados não ajudaram e Leão está de volta para a Segundona após cinco anos

Diego Toscano
Diego Toscano
Publicado em 02/12/2018 às 18:00
Guga Matos/JC Imagem
Resultados não ajudaram e Leão está de volta para a Segundona após cinco anos - FOTO: Guga Matos/JC Imagem
Leitura:

O Sport se ajudou, mas os resultados da rodada não foram suficientes e o Leão, após cinco anos, está de volta a Segunda Divisão. Neste domingo (2), na Ilha do Retiro, o clube rubro-negro venceu por 2x1 o Santos, pela 38ª e última rodada da Série A. Porém, a Chapecoense venceu o São Paulo em casa e o Vasco empatou com o Ceará como visitante. Com os resultados, o time pernambucano amarga o rebaixamento ao lado de América-MG, Vitória e Paraná.

O JOGO

Antes mesmo de pensar nos outros jogos, o Sport precisava vencer o Santos na Ilha. Nos primeiros 45 minutos, não parecia que queria isso. Na etapa inicial, nenhum chute. A única que foi na barra de Vanderlei, uma cabeçada de Matheus Peixoto, foi marcado impedimento. Além de não ameaçar, por pouco não saiu perdendo para o intervalo.

Isso porque Jean Mota perdeu duas boas chances para o Santos na etapa inicial. Com 23, ficou cara a cara com Mailson e viu o goleiro rubro-negro levar a melhor, defendendo o arremate com os pés. Já aos 43, o lateral recebeu na entrada da grande área e chutou para fora.

As últimas cartadas de Milton Mendes na Série A foram Rogério e Hernane Brocador, no intervalo. Com 30 segundos, o primeiro já mostrou serviço, chutando de fora da área para defesa de Vanderlei. Mas o chute logo no início não animou o Leão, que pouco criou até a reta final do segundo tempo. Aos nove, após bolão de Gabriel, Mateus Gonçalves também tentou, mas arrematou em cima do goleiro santista.

No fim do jogo, fortes emoções na Ilha. Mesmo com apenas 45 minutos, Rogério foi o melhor do Leão na partida. Foram três chutes até abrir o placar. Aos 27, arrematou cruzado e Vanderlei pegou. Depois, tentou encobrir o goleiro e a bola foi para fora. Mas o atacante não desistiu e foi recompensado. Aos 38, Mateus Gonçalves fez boa jogada pela esquerda e cruzou. Rogério pegou de primeira e abriu o placar. Aos 46, Hernane Brocador ainda fez o segundo e, dois minutos depois, Rodrygo diminuiu para o Santos. Mas a vitória da Chape sobre o São Paulo, por 1x0, e o empate do Vasco em 0x0 com o Ceará em Fortaleza, deixou a vitória com gosto amargo na Ilha: o Sport volta pra Série B após cinco anos.

FICHA DE JOGO

(2) SPORT
Mailson; Andrigo, Ernando, Adryelson e Raul Prata; Marcão, Neto Moura (Hernane Brocador) e Fellipe Bastos; Gabriel, Mateus Gonçalves e Matheus Peixoto (Rogério). Técnico: Milton Mendes

(1) SANTOS
Vanderlei; Victor Ferraz; Gustavo Henrique, Luiz Felipe e Jean Mota; Guilherme Nunes (Yuri Lima), Diego Pituca (Eduardo Sasha), Arthur Gomes e Copete; Rodrygo e Felippe Cardoso. Técnico: Cuca

Local: Ilha do Retiro. Árbitro: Anderson Daronco (RS). Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Cleriston Clay Barreto Rios (RS). Gols: Rogério, aos 38 min do 2ºT, e Hernane Brocador, aos 46 min do 2ºT, e Rodrygo, aos 48 min do 2ºT. Cartões amarelos: Adryelson e Rogério (SPT); Yuri Lima (SAN).

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias