Pós-jogo

Torcedores do Sport protestam e entram em confronto com segurança e PM

O presidente Arnaldo Barros foi o alvo do protesto da torcida do Sport

Thiago Wagner Thiago Wagner
Thiago Wagner
Thiago Wagner
Publicado em 02/12/2018 às 18:49
Davi Saboya/Jornal do Commercio
O presidente Arnaldo Barros foi o alvo do protesto da torcida do Sport - FOTO: Davi Saboya/Jornal do Commercio
Leitura:

Com os ânimos exaltados, torcedores do Sport entraram em confronto com a segurança do clube e o Batalhão de Choque da Polícia Militar após o jogo contra o Santos, neste domingo. O Leão acabou rebaixado na Série A do Campeonato Brasileiro e revoltou a torcida rubro-negra

O clima começou a ficar mais quente durante o protesto dos rubro-negros contra o presidente Arnaldo Barros. Garrafas e latas foram atiradas por parte da torcida. Os funcionários leoninos e a PM revidaram com balas de borracha e armas de choque.

Outra parte da torcida do Sport ficou acuada nas dependências da sede durante a briga. O tumulto durou cerca de cinco minutos. A situação só foi controlada depois que a Polícia Militar isolou o local.

DETIDO

Um torcedor do Sport foi detido durante a confusão. Os seguranças do clube levaram o rubro-negro para a interna da sede.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias