IMPROVISAÇÃO

Sem lateral-esquerdo à disposição, técnico do Sport mantém mistério na escalação

Guto Ferreira vai decidir entre o zagueiro Eder Ferreira e o lateral-direito Raul Prata

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 10/08/2019 às 8:16
Notícia
Foto: Anderson Stevens/ Sport
Guto Ferreira vai decidir entre o zagueiro Eder Ferreira e o lateral-direito Raul Prata - FOTO: Foto: Anderson Stevens/ Sport
Leitura:

Para o confronto diante do Criciúma, domingo (11), às 16h, no estádio Heriberto Hülse, pela 15ª rodada da Série B, existia a expectativa de o técnico Guto Ferreira não ter de improvisar ninguém na lateral esquerda do Sport, já que Guilherme Lazaroni tinha se recuperado da torção no tornozelo e treinou normalmente quarta e quinta-feira. Contudo, no treino de ontem, que antecedeu a viagem para Santa Catarina, o jogador voltou a sentir incômodo no tornozelo e não viajou com a delegação leonina.

Sem Sander, se recuperando de luxação no cotovelo, o treinador leonino mais uma vez se vê obrigado a improvisar na lateral. Contra o Coritiba, na Arena de Pernambuco, o escolhido foi o zagueiro Eder Ferreira, que não se houve bem e ainda falhou diretamente no gol marcado pelos paranaenses. A outra opção no elenco seria a inversão de lado de Raul Prata, colocando-o para atuar pelo lado esquerdo no campo, função que ele já exerceu no Sport em mais de dez partidas.

“Nós tivemos problemas no último jogo na lateral esquerda, mas nós temos três jogadores na posição dentro de casa. Mas a competição pode trazer situações como essa (de perder todos os atletas da mesma posição). Por conta de traumas, nós perdemos os jogadores e tivemos de improvisar. A competição vai ter de ser jogada e nós temos um bom plantel sim”, garantiu Guto Ferreira.

Além de Sander e Guilherme Lazaroni, a outra opção mencionada pelo treinador rubro-negro é o jovem Vicente, que também está entregue ao departamento médico rubro-negro se recuperando de uma lesão muscular grau dois na posterior da coxa - ele nunca atuou pelo time principal do Sport, apenas pela equipe sub-23.

ESQUECIDO

Uma outra opção interessante dentro do próprio elenco e que está esquecido é o prata da casa Chico, que poderia ser utilizado na lateral. Apesar de ser zagueiro, ele é rápido no combate, já atuou na lateral esquerda nas categorias de base e vinha treinando bem na posição ao longo da semana entre os reservas (sem a participação de Sander nas atividades). E, a contrário das outras duas opções - Eder Ferreira e Raul Prata -, Chico é canhoto. Outro ponto positivo seria o entrosamento com Adryelson - se conhecem da base -, que atua na zaga pela esquerda, podendo um ajudar o outro no setor. Porém, mesmo com todos os pontos favoráveis, Guto Ferreira sequer relacionou Chico para a partida, deixando-o no Recife.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias