ilha do retiro

Milton Bivar confirma interesse em dois treinadores para o comando Sport

Presidente do Sport , Milton Bivar, falou sobre a busca pelo novo treinador do time rubro-negro, que substituirá Guto Ferreira

Gabriela Máxima
Gabriela Máxima
Publicado em 14/02/2020 às 11:14
Notícia
Acervo JC Imagem
Presidente do Sport , Milton Bivar, falou sobre a busca pelo novo treinador do time rubro-negro, que substituirá Guto Ferreira - FOTO: Acervo JC Imagem
Leitura:

Um dia após a demissão do treinador Guto Ferreira, a diretoria do Sport corre contra o tempo para contratar o novo comandante para a equipe rubro-negra. De acordo com o presidente do Sport, Milton Bivar, o clube trabalha com dois nomes. Ele revelou que Jair Ventura e Daniel Paulista são bons treinadores e interessam ao Sport, mas ponderou sobre novidades. O presidente disse que a partir desta sexta-feira a cúpula do clube se reunirá para definir a situação do novo técnico. A ideia é fechar o mais rápido possível para o profissional aproveitar a próxima semana sem jogos e conhecer melhor o elenco do Leão.

TREINADORES

"(Jair Ventura) é um nome muito bom. Fez um bom trabalho no Botafogo, depois passou pelo Corinthians. É um treinador que tem experiência. É um rapaz jovem. É um bom perfil para treinador. A gente teve algum contato sim", revelou o mandatário rubro-negro. Logo em seguida, ele pontuou sobre Daniel Paulista. "Daniel Paulista é meu amigo. Se é meu amigo interessa", falou. Ainda na coletiva de imprensa, Milton Bivar fez observações sobre o perfil de treinador que o Sport busca no mercado. "Só agora é que a gente vai sentar para ver a situação do treinador. O perfil é um cara trabalhador e um sujeito que saiba a tradição do Sport e tenha conhecimento sobre nossa história", completou.

O presidente do Sport também falou sobre o mercado de treinadores e jogadores no País. Ele explicou que a estratégia do Leão é se concentrar em um profissional e buscar alternativas para fechar a contratação. Não faz o perfil do clube procurar muitos nomes. "Temos dois nomes que estão sendo trabalhados, mas a gente não está fechado para ouvir e também analisar outros treinadores. O que acontece hoje no Brasil é que muitas vezes um único treinador, aí vem três, quatro, cinco agentes oferecendo o mesmo treinador. Nossa filosofia quando a gente contrata jogador e treinador é o que a gente quer e vamos em cima. Não é como acontece de um clube ligar oferecendo jogador e a gente pegue. Pode ser que em uma situação ou outra a gente pegue, mas o ideal que a gente pontue aquele atleta e a gente vá atrás do que a gente quer. Vai ser assim com o treinador. Infelizmente está muito cedo. É uma ideia da diretoria. Estamos reunidos desde cedo. A ideia é resolver o mais rápido possível e aproveitar a próxima semana de folga de jogos, porque teremos treino, e resolver essa questão", comentou.    

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias