cuidados

Época de chuva exige manutenção

Como a maioria dos condomínios do Recife são os verticais, as chuvas incidem mais nas cobertas e nas fachadas, indica presidente do Secovi-PE

Lara Holanda
Lara Holanda
Publicado em 14/06/2012 às 19:10
Leitura:

Mesmo que este ano as chuvas não tenham chegado com toda a força que é marca desta época do ano no Recife, os condomínios devem ficar atentos e realizar pequenas manutenções para evitar problemas, destaca o presidente do Sindicato da Habitação de Pernambuco (Secovi-PE), Elísio Cruz.

“Como a maioria dos condomínios que temos na cidade são os verticais, as chuvas incidem mais nas cobertas e nas fachadas, mais do que em tubulações. Com as chuvas, as tubulações que são mais afetadas são as pluviais, que devem ser mantidas limpas para evitar entupimento”, observa o presidente.

Elísio Cruz explica que as chuvas do inverno, nessa época do ano, trazem menos problemas para os condomínios do que as de verão, que trazem uma maior concentração de água.

A manutenção do prédio, inclusive, pode comprometer a valorização do imóvel, lembra Cruz. “A manutenção do condomínio reflete até mais na valorização do imóvel do que a área interna do apartamento. Um condomínio maltratado acaba trazendo um prejuízo maior do que o próprio apartamento.”

Entre as medidas preventivas indicadas pela administradora está o cuidado redobrado na observação de vedações nas tubulações e rachaduras na estrutura do prédio, identificando se há infiltração de água.

Mesmo que as chuvas não estejam tão intensas, é importante que as calhas estejam limpas, evitando também o acúmulo de água e a proliferação do mosquito da dengue.

Nos prédios com garagem subterrânea, é importante que o condomínio tenha uma bomba para extrair o acúmulo de água.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias