feminino

Brasil encara Nova Zelândia no futebol feminino

Se vencer, seleção garante classificação antecipada para as quartas de final

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 27/07/2012 às 19:52
Leitura:

Embalada pela goleada por 5x0 aplicada sobre Camarões na estreia, a seleção brasileira feminina de futebol volta a campo neste sábado para medir forças com a Nova Zelândia, às 10h30 (de Brasília), no Millennium Stadium, em Cardiff, no País de Gales, pela segunda rodada do Grupo E. Em caso de triunfo, o Brasil vai garantir, por antecipação, vaga nas quartas de final. Já a equipe da Oceania quer reagir após derrota por 1x0 para a Grã-Bretanha. As britânicas, por sinal, fazem a partida de fundo, às 13h15, diante das camaronesas.

Para o técnico da seleção, Jorge Barcellos, a equipe precisa demonstrar o mesmo desempenho exibido na estreia para derrotar a Nova Zelândia. “Contra Camarões, enfrentamos um adversário que tinha jogadoras de grande porte físico e superamos esse obstáculo. Agora, vamos duelar contra um rival que vai jogar no nosso erro, sabendo que a responsabilidade é maior do nosso lado. Temos que ter a mesma postura do primeiro jogo, sem dar chances para o adversário respirar”, disse Barcellos.

Na visão da atacante Marta, o Brasil precisa saber explorar algumas fragilidades do rival. “O Brasil sabe que a vitória nos dá a classificação e não podemos vacilar de forma alguma. A Nova Zelândia tem seus pontos fracos e devemos tirar proveito disso. Estamos estudando o que nos espera”, disse Marta, melhor jogadora do mundo, mas que ainda persegue a medalha de ouro olímpica.

Pelo lado da Nova Zelândia, o técnico Tony Readings reconhece o tamanho do problema que é enfrentar a seleção brasileira e tenta tirar o peso das costas de suas jogadoras. “A seleção brasileira é uma equipe muito forte, concorrente séria a conquistar a medalha de ouro e sabemos que não somos favoritos, muito pelo contrário. Mas temos a obrigação de ir a campo e lutar pelo melhor resultado possível. Temos um compromisso com a nossa equipe e com a Nova Zelândia”, afirmou Tony Readings.

OUTROS JOGOS - Mais quatro partidas movimentam a segunda rodada. Favorita ao ouro, a seleção dos Estados Unidos pega a Colômbia, em Glasgow, na Escócia, às 13h. As norte-americanas estrearam fazendo 4x2 na França, de virada, e vão se classificar em caso de novo triunfo. Já as colombianas começaram a caminhada perdendo por 2x0 para a Coreia do Norte. No jogo de fundo do Grupo G, às 15h45, as francesas encaram as norte-coreanas.

Já pelo Grupo F, às 8h, em Coventry, jogam Japão e Suécia. No jogo de fundo, às 10h45, o Canadá pega a África do Sul. Japonesas e suecas lutam pela liderança, pois ganharam na estreia. As asiáticas fizeram 2x1 nas canadenses, enquanto que as suecas golearam as africanas por 4x1.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias