voo 447

Computadores de bordo do voo 447 da Air France encontrados

Investigadores informaram que as duas caixas-pretas achadas chegam à França na quinta

Rafael Carvalheira
Rafael Carvalheira
Publicado em 09/05/2011 às 21:01
Foto: Clemílson Campos/JC Imagem
FOTO: Foto: Clemílson Campos/JC Imagem
Leitura:

BRASÍLIA - Em um comunicado divulgado nesta segunda-feira (9), o Escritório de Investigações e Análises (BEA, na sigla em francês) informou que um dos motores do Airbus e o sistema que reúne os equipamentos eletrônicos do avião, que contém os computadores de bordo, foram resgatados pelos investigadores.

O navio francês La Capricieuse, enviado para recuperar as caixas-pretas a bordo do Ile de Sein, deverá chegar a Caiena, na Guiana Francesa, até quarta-feira (11) pela manhã, diz o BEA.

Em seguida, as caixas serão levadas a França por avião e deverão chegar apenas no dia seguinte em razão do longo trajeto e da diferença de fuso horário.

O navio La Capricieuse chegou no sábado (7) à área onde o Ile de Sein realiza a quinta fase de buscas, situada a cerca de 1,1 mil quilômetros da costa brasileira, e já se dirige ao porto de Caiena levando a bordo as caixas-pretas seladas. As caixas foram seladas já que se tratam de provas em uma investigação judicial.

O BEA deverá anunciar até o final desta semana se os cartões de memória das caixas-pretas não sofreram corrosão ou qualquer outro tipo de desgaste e se os dados contidos nos cartões poderão ser extraídos e analisados.

As duas caixas-pretas – a Flight Data Recorder (gravador de dados do voo, na sigla em inglês), que contém os parâmetros técnicos como altitude, velocidade e trajetória do avião, e a Cockpit Data Recorder, que grava as conversas dos pilotos e qualquer outro som emitido na cabine, como alarmes – foram encontradas no início deste mês.

Estes elementos são fundamentais para descobrir as causas do acidente com o avião da Air France, que caiu no Atlântico em 2009 quando fazia a rota Rio-Paris.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias