Ciência // Saúde

Hospital recruta voluntários para testar droga contra HIV

Poderão participar do estudo pacientes com HIV, maiores de 18 anos, e que apresentam multiplicação do vírus HIV, mesmo com o uso correto dos medicamentos convencionais

Aline Souza
Aline Souza
Publicado em 01/11/2011 às 10:33
Leitura:

O hospital estadual Emílio Ribas, em São Paulo, abriu recrutamento de pacientes com HIV para avaliar uma nova droga que poderá ajudar aqueles que não estão reagindo ao tratamento atual. O processo de seleção dos voluntários para participar desta pesquisa se estenderá até o mês de janeiro de 2012.

Poderão participar do estudo pacientes com HIV, maiores de 18 anos, e que apresentam multiplicação do vírus HIV, mesmo com o uso correto dos medicamentos convencionais. Ou seja, que apresentam resistência do vírus HIV aos atuais antirretrovirais, e que ainda não usaram medicamentos inibidores da integrase, como o Raltegravir.

As vagas são limitadas. Os pacientes interessados devem levar exames recentes e procurar a equipe do "hospital-dia" do Emílio Ribas, no 2º andar da unidade, de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas. Mais informações pode ser obtidas pelos telefones (11) 3896-1285; 3896-1213; 3085-7059. O hospital estadual Emílio Ribas fica na avenida Dr. Arnaldo, 165, Cerqueira César, zona oeste da capital paulista.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias