PROGRAMA SOCIAL

Quase 9 milhões deixaram pobreza extrema em quatro meses, diz governo

Anúncio foi feito pela presidente Dilma Rousseff durante sanção do programa Brasil Carinhoso

Wagner Sarmento
Wagner Sarmento
Publicado em 04/10/2012 às 7:10
Leitura:

BRASÍLIA - Um complemento pago mensalmente desde junho deste ano a famílias que já recebiam dinheiro do Bolsa Família permitiu ao governo federal uma explosão dos números da erradicação da miséria. Balanço do programa Brasil Carinhoso divulgado na quarta-feira (3) revelou que 8,7 milhões de brasileiros deixaram a faixa da extrema pobreza em apenas quatro meses. O anúncio ocorreu durante a sanção do projeto de lei que institui o Benefício de Superação da Extrema Pobreza na Primeira Infância, um complemento do Bolsa Família.

De acordo com os dados apresentados pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, a miséria foi reduzida em 40% no Brasil no período em questão. A ministra Tereza Campello, presente no evento, disse que os números ainda não foram registrados por nenhuma pesquisa.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias