Investigação

Polícia do Rio faz perícia em casa onde estudante cearense foi encontrado morto

A casa funciona como república de estudantes e abriga mais de dez alunos

Renata Monteiro
Renata Monteiro
Publicado em 25/10/2012 às 12:26
Leitura:

Agentes da Divisão de Homicídios da Polícia Civil do Rio de Janeiro iniciaram, no início da tarde desta quinta-feira (25), perícia em uma casa no bairro do Horto, zona sul da cidade, onde foi encontrado morto o estudante cearense José Leandro Pinheiro, 21 anos. A casa funciona como república de estudantes e abriga mais de dez alunos do mestrado do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa), ligado ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, além de estudantes de outros países, como a Bolívia e o Japão.

O corpo do estudante foi encontrado na cama do quarto onde ele morava, na manhã de hoje, pelo caseiro da república. O jovem tinha um ferimento na cabeça e outro na altura do peito que, segundo a polícia, teria sido provocado por uma faca. Em outro cômodo da casa, o também aluno do Impa Bruno Euzébio dos Santos, 26 anos, natural do Sergipe, foi encontrado desacordado. Ele foi levado para o Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea.

Ainda segundo policiais da Divisão de Homicídios, que investigam o crime,  estudantes que moram na casa relataram que José Leandro e Bruno dividiam o mesmo quarto. Os estudantes dizem que, na noite anterior ao assassinato, não ouviram discussão.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias