rio de janeiro

Comunidades pacificadas do Rio terão eventos públicos de carnaval

A programação contará com bailes infantis e blocos irreverentes, que circularão em ruas e vielas dos morros e do entorno

Da Agência Brasil
Da Agência Brasil
Publicado em 08/02/2013 às 14:56
Leitura:

Rio de Janeiro – A partir de hoje (8), pelo menos 17 comunidades pacificadas do Rio vão apresentar opções de diversão para os foliões do carnaval, incluindo blocos, matinês de rua e atividades nas quadras dos locais. Este é o primeiro ano de carnaval em comunidades pacificadas, com o apoio e presença da polícia. A programação contará com bailes infantis e blocos irreverentes, que circularão em ruas e vielas dos morros e do entorno.

Na Cidade de Deus, a segunda comunidade a ser pacificada na cidade (a primeira foi a do Morro Dona Marta, em Botafogo), haverá baile infantil na praça central, entre sábado e terça-feira de carnaval. Segundo o organizador da matinê, Francisco da Silva, eventos assim não poderiam acontecer por causa da presença ostensiva de traficantes.

“Antes da pacificação, não tinha evento para crianças e jovens, porque o tráfico fazia os bailes para vender drogas e ostentar o poder da violência. Mas hoje é diferente. Cheguei de Madureira há pouco [na zona norte] comprei enfeites e artigos em geral com o dinheiro dos moradores para a festa. Este ano, vamos enfeitar, tocar música e colocar muita diversão para as crianças, sem violência e drogas”, comemorou Silva.

De acordo com a assessoria de comunicação da Coordenadoria das Unidades de Polícia Pacificadoras, não haverá aumento de efetivo nas comunidades que terão bailes e blocos de carnaval. A Secretaria de Segurança Pública concedeu apenas autorização para a realização dos eventos. Os policiais lotados nas UPPs trabalharão em esquema de plantão e vão acompanhar a movimentação.

Últimas notícias