operação

PF prende suspeito de cobrar propina no Incra

Entre os presos na Operação Gaia estão um servidor da superintendência do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra-TO)

Katarina Vieira
Katarina Vieira
Publicado em 26/06/2014 às 10:36
Leitura:

A Polícia Federal prendeu na quarta-feira (25) cinco pessoas suspeitas de envolvimento em esquema de cobrança de propina para distribuição de lotes em assentamentos no Tocantins. Entre os presos na Operação Gaia - em alusão à deusa grega da terra -, cujos nomes não foram divulgados pela PF, estão um servidor da superintendência do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra-TO) e uma ex-prestadora de serviço da Divisão de Regularização Fundiária na Amazônia Legal, que trabalhava no órgão.

Newsletters

Ver todas

Fique por dentro de tudo que acontece. Assine grátis as nossas Newsletters.

Últimas notícias