Ex-médico

Roger Abdelmassih chama vítimas de 'doentes mentais'

Ex-médico foi condenado a 278 anos de prisão por crimes sexuais

Danilo Galindo
Danilo Galindo
Publicado em 13/10/2014 às 11:34
Foto: Secretaria Nacional De Antidrogas do Paraguai
Ex-médico foi condenado a 278 anos de prisão por crimes sexuais - FOTO: Foto: Secretaria Nacional De Antidrogas do Paraguai
Leitura:

Condenado a 278 anos de prisão por crimes sexuais, o ex-médico Roger Abdelmassih criticava as pacientes que o denunciou. Em áudios divulgados no programa Fantástico, da TV Globo, ele chama as mulheres de "vagabundas" e "doentes mentais". 

Nas gravações autorizadas pela Justiça, Abdelmassih demonstra ainda a intenção de se suicidar caso fosse encontrado. Capturado em agosto, ele ironizou a quantia, de R$ 10 mil, oferecida como recompensa pelo seu paradeiro: "Eu tô valendo pouco."

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias