INVESTIGAÇÃO

Marido da pastora Bianca Toledo permanece preso por suspeita de abuso sexual

Felipe Garcia Heiderich foi acusado de abusar sexualmente do enteado de cinco anos

JC Online
JC Online
Publicado em 07/07/2016 às 12:51
Foto: Reprodução/Facebook
Felipe Garcia Heiderich foi acusado de abusar sexualmente do enteado de cinco anos - FOTO: Foto: Reprodução/Facebook
Leitura:

O pedido de habeas corpus impetrado nessa terça-feira (5) pelo advogado do pastor Felipe Garcia Heiderich, marido da também pastora Bianca toledo, foi negado nesta quarta-feira (7) pela desembargadora Maria Sandra Kayatd, da 1º Câmara Criminal do Rio de Janeiro. Felipe foi acusado de abusar sexualmente do enteado, um menino de 5 anos.

 

A prisão do pastor foi decretada nessa segunda-feira (4) e tem caráter preventivo de 30 dias. Segundo a Polícia Civil, a pastora Bianca procurou a delegacia no dia 22 de junho para denunciar o crime. Foi instaurado inquérito e reunidas provas que subsidiaram o pedido de prisão, aceito pela Justiça.

O pastor está preso no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, Zona Oeste do Rio.

Bianca postou nas suas redes sociais um vídeo para explicar que já iniciou o pedido de anulação do casamento com o pastor e reforçou que "a teologia do Felipe era perfeita, mas seu interior era uma fraude", fazendo referência à jornada de pastor do homem e à acusação de abuso sexual.

Últimas notícias