SOLIDARIEDADE

Sem poder comer há 4 anos, jovem faz campanha para custear cirurgia

Lucas Amorim mora em Teresina e tem síndrome do intestino curto. Ele precisa arrecadar R$ 1,5 milhão para custear transplante nos EUA

JC Online
JC Online
Publicado em 27/10/2016 às 13:10
Foto: Reprodução/Facebook
Lucas Amorim mora em Teresina e tem síndrome do intestino curto. Ele precisa arrecadar R$ 1,5 milhão para custear transplante nos EUA - FOTO: Foto: Reprodução/Facebook
Leitura:

A família de um jovem de Teresina, que não come ou bebe água há quatro anos por causa da síndrome do intestino curto, está realizando uma campanha para custear um transplante para ele nos Estados Unidos. O objetivo da campanha #UmMilhãoDeAmigosParaLucas é arrecadar R$ 1 milhão para que Lucas Amorim, 24, consiga ir aos Estados Unidos fazer o transplante e voltar a comer e até mesmo beber água, coisas que ele já não consegue fazer de forma normal há quatro anos.

>>> Saiba mais sobre a história de Lucas

Segundo o médico que cuida do jovem, Lucas é portador da Síndrome da Artéria Mesentérica Superior, caracterizada por uma má formação rotação do intestino no interior do abdômem. Isso provoca uma obstrução grave que impede a passagem dos alimentos. Após cirurgia para tentar contornar o problema, o rapaz perdeu 90% do intestino devido a complicações e agora precisa de ajuda para não se alimentar mais somente por meio da via endovenosa.

Para ajudar Lucas, a campanha 1 milhão de amigos sugere que cada pessoa doe um dólar, ou valor referente, R$ 3,26, para alcançar o R$ 1 milhão e Lucas consiga ir aos EUA para realizar o transplante. Para ajudar é possível doar nas seguintes contas:

Banco do Brasil

Agência 5602-2

Conta 44669-6

Lucas Lima Cortez Amorim

Caixa Econômica Federal

Ag. 2004 C.Poupança 18407-0

Tomaz Filho Amorim Sá

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias