CANCELAMENTO

MEC cancela edital com erros gramaticais e refeições por R$ 198 mil

O MEC justificou que a contratação dos serviços de alimentação era possibilitar viagens aéreas mais confortáveis

JC Online
JC Online
Publicado em 18/11/2016 às 12:55
Foto: Guga Matos/JC Imagem
O MEC justificou que a contratação dos serviços de alimentação era possibilitar viagens aéreas mais confortáveis - FOTO: Foto: Guga Matos/JC Imagem
Leitura:

O ministério da Educação (MEC) determinou na quinta-feira (18) o cancelamento de um edital de licitação para prestações de serviços de refeições durante viagens de trabalho em aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB). Além do custo de R$ 198 mil proposto no edital para a compra das refeições, erros gramaticais também seviram como motivo para o cancelamento do documento.

Erros de português como "viajem" com J geraram diversas críticas. Além disso, o valor de R$ 198 mil reais em refeições que incluiam entrada, prato principal e sobremesa também foi bastante criticado.

Justificativa

O MEC justificou que a contratação dos serviços de alimentação era possibilitar viagens aéreas mais confortáveis ao ministro da Educação e sua comitiva. Confira a íntegra da resposta:

O pedido para alimentação durante os voos da FAB tramitava no Ministério da Educação desde 2014 na área administrativa, que deu continuidade ao processo sem o conhecimento do ministro Mendonça Filho. Após ser informado do ocorrido, o ministro determinou o cancelamento imediato do processo 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias