CRISE NAS UNIDADES PRISIONAIS

Mais uma rebelião é registrada em presídio do Rio Grande do Norte

Nesta segunda-feira (16), presos tentaram entrar em uma área onde ficam os detentos ameaçados de morte e também derrubar uma parede do Presídio Provisório Professor Raimundo Nonato

JC Online
JC Online
Publicado em 16/01/2017 às 7:59
Reprodução/Google Street View
Nesta segunda-feira (16), presos tentaram entrar em uma área onde ficam os detentos ameaçados de morte e também derrubar uma parede do Presídio Provisório Professor Raimundo Nonato - FOTO: Reprodução/Google Street View
Leitura:

Após uma rebelião que deixou 26 mortos na Penitenciária de Alcaçuz, no fim de semana, o Rio Grande do Norte registrou mais um tumulto, desta vez no Presídio Provisório Professor Raimundo Nonato, em Natal, nesta segunda-feira (16). Segundo o governo do Rio Grande do Norte, a situação está controlada. Não houve fugas e não há informações sobre feridos.

Os presos tentaram derrubar uma parede da unidade prisional e entrar em uma área de isolamento onde ficam os presos ameaçados de morte, mas a polícia interveio e evitou a fuga.

Vinte e seis mortos em rebelião no fim de semana

A Secretaria de Segurança do Rio Grande do Norte confirmou 26 mortos na rebelião ocorrida na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, na região metropolitana de Natal. Inicialmente, a autoridade local havia informado 27 vítimas. O motim começou na noite de sábado (14) e só foi controlado no início da manhã deste domingo (15), com a entrada de policiais militares e agentes penitenciários no local.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias