Violência

Enfermeira morre baleada após sair de seu plantão no Rio de Janeiro

Enfermeira estava voltando para casa de moto quando foi abordada pelos assaltantes, que deram um tiro em sua cabeça. Até agora, ninguém foi preso

JC Online
JC Online
Publicado em 24/01/2017 às 8:48
Foto: Reprodução/Facebook
Enfermeira estava voltando para casa de moto quando foi abordada pelos assaltantes, que deram um tiro em sua cabeça. Até agora, ninguém foi preso - FOTO: Foto: Reprodução/Facebook
Leitura:

Uma enfermeira de 31 anos morreu após ser baleada em uma tentativa de assalto logo após sair de seu plantão. O crime aconteceu por volta das 20h da segunda-feira (23), perto da comunidade de Vila Kennedy, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Aline de Paula trabalhava na maternidade do Hospital Rocha Faria. Ela estava voltando para casa de moto, quando foi abordada pelos assaltantes e recebeu um tiro na cabeça. A enfermeira foi levada para o próprio hospital onde trabalhava, onde foi reconhecida pelos funcionários, mas já chegou ao local sem vida.

Parentes de Aline afirmaram que ela normalmente ia ao trabalho de carro. O veículo, porém, estava na oficina e, por isso, ela decidiu usar a moto para trabalhar. Ela deixa um marido, policial militar, e três filhos. Até o momento, nenhum dos suspeitos foi preso.


O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias