RIO DE JANEIRO

Tiro que atingiu grávida no Rio pode ter partido de traficante

Mulher foi atingida por bala perdida nessa sexta-feira (30) e filho ficou paraplégico

JC Online
JC Online
Publicado em 03/07/2017 às 16:29
Foto: Reprodução
Mulher foi atingida por bala perdida nessa sexta-feira (30) e filho ficou paraplégico - FOTO: Foto: Reprodução
Leitura:

A polícia pretende ouvir, ainda nesta segunda-feira (3), Claudineia dos Santos Melo, 29, gestante atingida por uma bala perdida enquanto ia a um supermercado no Rio de Janeiro, nessa sexta-feira (30). De acordo com a delegada Raíssa Celles, a vítima, que foi levada ao hospital em estado gravíssimo, pode ter sido atingida por um tiro disparado por um traficante.

O tiro atingiu a mãe e a criança, que sobreviveu mas ficou paraplégica. Segundo o jornal O Globo, a delegada pretende ouvir tanto os policiais como o marido e pai da mulher para tentar chegar à resposta sobre de onde teria partido o disparo que feriu Claudineia.

Atendimento

A vítima chegou lúcida ao hospital e, segundo a Secretaria Municipal de Saúde de Duque de Caxias, contou que foi atingida pelo tiro ao ir a um supermercado e ser surpreendida por um tiroteio na localidade conhecida como Vila Leal, no Centro do município.

No útero da mãe, o bebê foi atingido por um tiro que atravessou o tórax e feriu também uma das orelhas. Logo após nascer, ele foi entubado e levado para Unidade de Terapia Intensiva, de onde foi transferido para o hospital estadual.

Últimas notícias