SÃO PAULO

Bombeiros falam apenas em desaparecidos no desabamento em São Paulo

De acordo com o Corpo de Bombeiros de São Paulo, três pessoas estão desaparecidas no incêndio seguido de desabamento em um prédio de 22 andares

Vitor Nascimento
Vitor Nascimento
Publicado em 01/05/2018 às 9:30
Foto: AFP
FOTO: Foto: AFP
Leitura:

Segundo as últimas informações do Corpo de Bombeiros, três pessoas estão desaparecidas no incêndio seguido de desabamento de um prédio de 22 andares no Largo do Paissandu, no centro de São Paulo, na madrugada desta terça-feira, 1º. Mais cedo, o Corpo de Bombeiros informou a morte de um morador e o desaparecimento de outras duas pessoas. Os bombeiros agora trabalham na extinção dos focos de incêndio. Todos os prédios do entorno foram evacuados.

Foto: Evaristo Sá/AFP
- Foto: Evaristo Sá/AFP
Foto: Evaristo Sá/AFP
- Foto: Evaristo Sá/AFP
Foto: Evaristo Sá/AFP
- Foto: Evaristo Sá/AFP
Foto: Evaristo Sá/AFP
- Foto: Evaristo Sá/AFP
Foto: Evaristo Sá/AFP
- Foto: Evaristo Sá/AFP
Foto: Evaristo Sá/AFP
- Foto: Evaristo Sá/AFP
Foto: Nelson Almeida/AFP
- Foto: Nelson Almeida/AFP
Foto: Nelson Almeida/AFP
- Foto: Nelson Almeida/AFP
Foto: Nelson Almeida/AFP
- Foto: Nelson Almeida/AFP
Foto: Nelson Almeida/AFP
- Foto: Nelson Almeida/AFP
Foto: Nelson Almeida/AFP
- Foto: Nelson Almeida/AFP
Foto: Nelson Almeida/AFP
- Foto: Nelson Almeida/AFP
Foto: Nelson Almeida/AFP
- Foto: Nelson Almeida/AFP
Foto: AFP
- Foto: AFP

 

A corporação também busca por vítimas sob os escombros. Um edifício vizinho também pegou fogo nos três primeiros andares, mas não corre risco de colapso. A Igreja Evangélica Luterana, que fica ao lado do prédio em chamas, também pegou fogo e parte da estrutura desabou.

 

 

Em entrevista à Rádio Eldorado, mais cedo, o porta-voz do Corpo de Bombeiros, Marcos Palumbo, havia relatado que uma pessoa morreu. Segundo ele, a vítima estava sendo resgatada por uma corda pelos militares quando a estrutura do prédio desabou. Os militares abriram um acesso pelo edifício vizinho e a vítima já estava pronta para sair quando toda a estrutura colapsou, contou o porta-voz. A corda que prendia a vítima se rompeu e ela caiu.

A vítima não foi encontrada, mas agora os bombeiros trabalham com a hipótese de ela estar desaparecida. Um bombeiro também ficou ferido durante o desabamento, mas passa bem. Pelo menos outras duas pessoas também estão desaparecidas, mas o número pode aumentar.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias