Tragédia

Equipe em Brumadinho tenta desobstruir estrada e encontra corpo de vítima

A informação foi confirmada pelo secretário de meio ambiente de Brumadinho, Daniel Hilário de Lima Freitas

Redação e agência Estado
Redação e agência Estado
Publicado em 02/02/2019 às 8:23
Analise
Foto: Mauro Pimentel/AFP
A informação foi confirmada pelo secretário de meio ambiente de Brumadinho, Daniel Hilário de Lima Freitas - FOTO: Foto: Mauro Pimentel/AFP
Leitura:

Uma equipe de agentes que trabalhava nesta sexta-feira (1º) na remoção de lama para tentar liberar uma das principais estradas de Brumadinho teve de paralisar seu trabalho porque encontrou um corpo enquanto retirava o rejeito. A equipe não era especializada em busca e salvamento.

A informação foi confirmada pelo secretário de meio ambiente de Brumadinho, Daniel Hilário de Lima Freitas. "Nossa equipe que estava lá teve que paralisar mesmo os trabalhos, porque não é responsável pela retirada das vítimas. Chamamos o Corpo de Bombeiros, que veio para transportar o corpo. O trabalho de desobstrução da estrada foi retomado no fim da tarde", disse.

A rota, segundo Freitas, é usada para ligar Brumadinho a seus principais distritos e também a Belo Horizonte, a pouco mais de 100 quilômetros de distância. Atualmente, há três estradas de Brumadinho que estão completamente bloqueadas. Por causa disso, o deslocamento que normalmente levaria 15 quilômetros, por exemplo, acaba se transformando em viagens de 70, 90 quilômetros de distância.

Estrada

A prefeitura acredita que, até a próxima terça-feira, a estrada em que o corpo foi encontrado nesta sexta deverá ser desobstruída e liberada para o tráfego. As outras duas estradas engolidas pela lama, porém, não têm prazo para liberação, devido ao grande volume de rejeito que acumulam e à possibilidade maior de haver vítimas fatais nas regiões.

Os trabalhos dos bombeiros, militares, voluntários e cães farejadores foram retomados na manhã deste sábado, 2, em Brumadinho. Segundo o último balanço, 115 pessoas morreram, 71 corpos foram identificados e 248 pessoas continuam desaparecidas

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), vai a Brumadinho e deve se pronunciar neste sábado.

Vídeos

Um novo vídeo de uma câmera de segurança divulgado nessa sexta-feira (1º), agora pela Globonews, mostra o momento exato em que acontece o rompimento da barragem da Mina do Córrego do Feijão, da mineradora Vale, em Brumadinho (MG), no dia 25 de janeiro. Nas imagens de uma câmera de segurança, agora num ângulo panorâmico, é possível a onda de lama de rejeitos minerais avançando sobre a cidade.

 

Por outro ângulo, um vídeo de uma câmera de segurança mostra o terreno cedendo e uma grande quantidade de poeira subindo. Em seguida, também é possível perceber a lama de rejeitos, após o rompimento da barragem.

 

Últimas notícias