Confusão

Confusão encerra bloco da cantora Ludmilla no Rio

Policiais militares tiveram que intervir, jogando bombas de gás lacrimogêneo. Neste momento, houve correria do público pelas ruas transversais do desfile

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 05/03/2019 às 14:13
Analise
Foto: Reprodução/Instagram
Policiais militares tiveram que intervir, jogando bombas de gás lacrimogêneo. Neste momento, houve correria do público pelas ruas transversais do desfile - FOTO: Foto: Reprodução/Instagram
Leitura:

Uma confusão provocou o encerramento mais cedo do bloco da cantora Ludmilla, nesta terça-feira (5), no centro do Rio de Janeiro. Depois de três horas de desfile na Avenida Primeiro de Março, uma briga generalizada no meio do público interrompeu o desfile do bloco "Fervo da Lud".

Tumulto

Policiais militares tiveram que intervir, jogando bombas de gás lacrimogêneo. Neste momento, houve correria do público pelas ruas transversais do desfile. O tumulto aconteceu minutos depois que a cantora havia comemorado que o bloco seguia sem tumulto.

Por conta da confusão, a PM pediu que o bloco interrompesse a música. Neste momento, o DJ Renan da Penha, convidado da cantora, se apresentava em cima do carro de som. Mesmo sem música, outros focos de briga estouraram no público e a polícia lançou mais bombas de gás. Um homem foi imobilizado pelos policiais e retirado do local algemado. Ele estava ferido.

O bloco de Ludmilla teve como tema este ano o Egito, escolhido pela cantora para exaltar a negritude da região. Organizadores estimaram um público de 1,5 milhão de pessoas.

Últimas notícias