Coronavírus

Brasileiros que estão na China serão repatriados pelo Governo

Grupo de brasileiros divulgou um vídeo com uma carta-aberta pedindo para que fosse retirado do país

Debora Bruna Oliveira
Debora Bruna Oliveira
Publicado em 02/02/2020 às 18:08
Notícia
Foto: Reprodução/Youtube
Grupo de brasileiros divulgou um vídeo com uma carta-aberta pedindo para que fosse retirado do país - FOTO: Foto: Reprodução/Youtube
Leitura:

O governo federal informou, na tarde deste domingo (2), que irá trazer ao País os brasileiros que estão na província de Hubei, na cidade de Wuhan, na China, epicentro do coronavírus. A medida foi anunciada após um grupo de brasileiros divulgar um vídeo com uma carta-aberta ao governo pedindo para que fosse retirado da China.

Segundo o comunicado, assim que os cidadãos chegarem ao Brasil, passarão por quarentena “de acordo com procedimentos internacionais” e a orientação ficará por conta do Ministério da Saúde.

Um outro ponto divulgado na nota, que foi assinada pelos ministério das Relações Exteriores e da Defesa, é que a Força Aérea Brasileira trabalha na elaboração de uma aeronave, que possivelmente será fretada, para ser enviada à China. 

Mais detalhes da operação, segundo o governo, serão dados posteriormente.  Ainda segundo a nota, a comunicação com os brasileiros será feita por meio da Embaixada do Brasil em Pequim, que irá organizar os procedimentos cabíveis.

>> Brasil registra 16 casos suspeitos de coronavírus

>> Por coronavírus, OMS declara emergência global de saúde

Médicos conseguiram isolar o novo coronavírus

Neste domingo, o governo italiano afirmou que médicos do hospital Lazzaro Spallanzani, em Roma, conseguiram isolar o novo coronavírus. Segundo o jornal Corriere della Sera, o ministro da Saúde, Roberto Speranza, fez a declaração por meio de uma coletiva de imprensa.

"Isolamos o vírus e isso significa que temos muitas oportunidades para estudá-lo, entender e verificar melhor o que pode ser feito para impedir a disseminação", falou o ministro.

>> 'Não há risco maior no Carnaval', diz médico pernambucano diretor da OMS sobre coronavírus

>> Prefeitura do Recife adotará medidas de precaução contra o coronavírus

Emergência internacional

O novo coronavírus já causou 304 mortes na China, onde surgiu e o surto do vírus paralisou o país. Na quinta-feira (30), A OMS declarou estado de emergência de saúde pública de âmbito internacional (PHEIC, na sigla inglesa) por causa do surto do novo coronavírus na China.

Vários países, incluindo Portugal, já efetuaram o repatriamento dos seus cidadãos de Wuhan, cidade que tem 11 milhões de habitantes e que foi colocada sob quarentena, na semana passada, com saídas e entradas interditadas pelas autoridades durante período indefinido. Nos últimos dias, diversas companhias aéreas suspenderam os voos com a China. Rússia, Coreia do Norte e Vietnã fecharam as fronteiras com o país, enquanto alguns países pararam de emitir vistos para cidadãos chineses.

 Veja o mapa que mostra como o coronavírus se espalha pelo mundo

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias