CARNAVAL

Paolla Oliveira aparece com look para Carnaval do Rio 2020 e internautas comparam com Pabllo Vittar

A rainha do bloco Cordão da Bola Preta apareceu com uma fantasia alvinegra, com várias bolas brancas espalhadas

Katarina Moraes com Estadão Conteúdo
Katarina Moraes com Estadão Conteúdo
Publicado em 22/02/2020 às 13:22
Notícia
Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
FOTO: Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Leitura:

Paolla Oliveira chegou ao mais antigo bloco de carnaval do Rio de Janeiro, o Cordão da Bola Preta, do qual é rainha, fantasiada da cantora Pabllo Vittar, que marca presença no Galo da Madrugada, no Recife, neste Sábado de Zé Pereira (22).

» Pabllo Vittar arrasa com fantasia de 'coelhinha da playboy' em estreia no Galo da Madrugada

Com uma fantasia alvinegra, com várias bolas brancas espalhadas, ela era aguardada pelos foliões que já estão curtindo o Carnaval desde cedo ao lado da porta estandarte, Leandra Leal.

Nas redes sociais, a rainha publicou uma foto com a legenda "A @pabllovittar tá diferente".

Ver essa foto no Instagram

A @pabllovittar tá diferente ???????? @cordaodabolapretaoficial

Uma publicação compartilhada por Paolla Oliveira (@paollaoliveirareal) em

Cordão do Bola Preta

O Cordão do Bola Preta, bloco carnavalesco mais antigo do Brasil, já está na rua arrastando uma multidão nesta manhã nublada no Centro do Rio de Janeiro, tendo à frente a atriz Leandra Leal e o cantor Neguinho da Beija-Flor, padrinhos do único remanescente dos antigos cordões carnavalescos da década de 1920 da cidade.

Inspirador da famosa marchinha "Quem não chora, não mama", o Bola Preta comemora 102 anos e atrai também outros famosos, como as atrizes Paolla Oliveira e Emanuelle Araújo, todos seguindo o tradicional figurino preto e branco.

Conta a lenda que o nome do bloco foi inspirado em uma mulher muito bonita que passou pelos fundadores do Bola Preta - uma dissidência do Clube dos Democráticos - usando um vestido de bolas pretas.

Atualmente, mais de 2 milhões de pessoas participam do desfile do "Bola", que além do preto e branco arrasta milhares de fantasias criativas como um grupo que incorporou o "azul caneta" da música que viralizou nas redes sociais, e outro formado por amigos que também inspirados pela internet não gastaram muito para sair de "manda nudes", com apenas uma tarja reproduzindo pixels em frente à sunga.

O Bola Preta se intitula "o maior bloco do mundo" e concorre pelo título todo ano com o Galo da Madrugada, que também sai no sábado, no Recife. Mas somente o bloco nordestino conseguiu ser incluído no Guinness World Records.

Foto: Leo Motta/JC Imagem
As crianças também participam da folia de momo - Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foto: Arnaldo Carvalho/JC Imagem
Neste ano, o dono da festa foi idealizado pelo artista plástico Leopoldo Nóbrega - Foto: Arnaldo Carvalho/JC Imagem
Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Palhaço no Café da Manhã do Galo - Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Foto: Leo Motta/JC Imagem
Grupo mencionou fala do secretário de Bolsonaro durante vazamento de óleo no Nordeste - Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), no Café da Manhã do Galo - Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Foto: Arnaldo Carvalho/JC Imagem
O Galo da Madrugada às 10h45 deste sábado (22) - Foto: Arnaldo Carvalho/JC Imagem
Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Café da Manhã do Galo com políticos - Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foliões chegam ao Galo dá Madrugada - Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foto: Arnaldo Carvalho/JC Imagem
Galo da Madrugada de 2020 tem 28 metros de altura e pesa sete toneladas - Foto: Arnaldo Carvalho/JC Imagem
Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB), no Café da Manhã do Galo - Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foliã vestida de noviça rebelde - Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foto: Leo Motta/JC Imagem
Galo da Madrugada atrai uma multidão de pessoas fantasiadas - Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foto: Leo Motta/JC Imagem
Galo da Madrugada acontece neste sábado (22) - Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foliã se fantasia de palhaça - Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foto: Arnaldo Carvalho/JC Imagem
Galo Gigante já está de pé desde a madrugada dessa sexta-feira (21) - Foto: Arnaldo Carvalho/JC Imagem
Foto: Leo Motta/JC Imagem
Raniere Brayner há 18 anos participa do Galo da Madrugada como Homem da Meia Noite - Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foto: Leo Motta/JC Imagem
Grupo relembrou secretário de Bolsonaro, que afirmou que os peixes são "bichos inteligentes" - Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foliã se fantasia da ativista ambiental Greta Tunberg - Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foto: Roberta Soares/ JC
Os foliões José Ramos e Marco Antônio fantasiados dos ex-presidentes Lula e Dilma - Foto: Roberta Soares/ JC
Foto: Roberta Soares/ JC
Grupo homenageia o Estado vestindo a bandeira de Pernambuco - Foto: Roberta Soares/ JC
Foto: Leo Motta/JC Imagem
As crianças também participam da folia de momo - Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foto: Leo Motta/JC Imagem
Galo da Madrugada já agita as ruas e avenidas do Centro do Recife - Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foto: Arnaldo Carvalho/JC Imagem
O “Galo Circense de olho no futuro”, instalado na ponte Duarte Coelho - Foto: Arnaldo Carvalho/JC Imagem
Foto: Roberta Soares/ JC
Adão da Burra, um dos foliões mais tradicionais do Carnaval do Recife - Foto: Roberta Soares/ JC
Foto: Leo Motta/JC Imagem
Grupo homenageia o Estado vestindo a bandeira de Pernambuco - Foto: Leo Motta/JC Imagem
Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Apresentador Érico Brás, da TV Globo, marcou presença no Café da Manhã do Galo - Foto: Brenda Alcântara/JC Imagem
Foto: Roberta Soares/ JC
Susana Tereza todo ano participa do desfile. A fantasia escolhida deste ano foi a de Dona Baratinha - Foto: Roberta Soares/ JC
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Folião ansioso (ou lento) antecipa o Natal de Papai Noel no Galo da Madrugada - Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Escangalha

Na mesma hora do desfile do Bola Preta, o bloco Escangalha desfila no Jardim Botânico, na zona sul da cidade. O bloco completa 13 anos e só toca sambas-enredo. Este ano, o tema do bloco foi inspirado em uma série de livros organizados por Fábio Sabato e outros historiadores para contar a história do samba na cidade e dividiram as escolas de samba de acordo com a idade.

"As matriarcas são Portela, Mangueira, Império Serrano e Salgueiro; as "Titias" são Estácio de Sá, Vila Isabel e Unidos da Tijuca; "As três irmãs", que chegaram na década de 1970, Beija-Flor, Imperatriz Leopoldinense e Mocidade Independente de Padre Miguel; e as "Primas sapecas", que mesmo sem dinheiro conseguiram conquistar espaço, União da Ilha, São Clemente e Caprichoso de Pilares. Por último, a filha única Grande Rio, que não aparece nos livros de samba pesquisados.

O bloco vai cantar sambas de todas essas agremiações durante o desfile, prometem os organizadores nas páginas sociais do Escangalha.

Ainda nesta manhã, na orla de Copacabana milhares de pessoas vão acompanhar o "Empolga às 9", um bloco também bem conhecido na cidade e que é caracterizado por reunir fantasias muito criativas e tocar músicas de vários gêneros. Além do samba, o Empolga costuma tocar frevo, maracatu, funk, entre outros ritmos

No Aterro, que vai do Centro à zona sul da cidade, o bloco Amigos da Onça também já agita desde às 9h os foliões com fantasias inspiradas na pele do animal e que tocam de marchinhas desde Mamonas Assassinas passando pelo axé baiano. Uma das principais atrações são os integrantes em pernas de pau, que aproveitam o grande espaço do Aterro para fazer performances ao som da banda de sopros e percussão.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias