Fuga

No Iêmen, presos fogem após ataque da Al-Qaeda

Os confrontos com metralhadoras ocorreram entre os guardas da prisão em Al-Mukalla, capital da província de Hadramawt, e militantes da Al-Qaeda que atacaram a cadeia para libertar prisioneiros, segundo as fontes

Davi Barboza
Davi Barboza
Publicado em 22/06/2011 às 11:40
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
FOTO: Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Leitura:

Dezenas de prisioneiros fugiram nesta quarta-feira (22) de uma prisão na cidade de Al-Mukalla, no sudoeste do Iêmen, e um guarda foi morto após um ataque de militantes da Al-Qaeda ao local, disseram fontes do setor de segurança à France Presse.

Os confrontos com metralhadoras ocorreram entre os guardas da prisão em Al-Mukalla, capital da província de Hadramawt, e militantes da Al-Qaeda que atacaram a cadeia para libertar prisioneiros, segundo as fontes. Acredita-se que viviam na prisão mais de 100 militantes da rede terrorista, 58 dos quais haviam sido julgados em tribunais e recebido penas, disse uma fonte.

Um funcionário do setor médico no hospital Iben Seena afirmou que um segurança foi morto e dois ficaram feridos, no confronto em que vários militantes também se feriram. Uma fonte da sociedade civil disse que cerca de 40 prisioneiros conseguiram escapar. As informações são da Dow Jones.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias