CRISE

EUA têm aprovado financiamento de suas operações

Os líderes politicos esperam que seja possível chegar a um acordo por um período mais extenso do financiamento antes de 18 de novembro, data em que expira a autorização de gastos aprovada nesta terça (4)

Fábio Jardelino
Fábio Jardelino
Publicado em 04/10/2011 às 16:10
Leitura:

A Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovou nesta terça-feira (4) uma moção que autoriza o financiamento das operações do governo federal dentro dos limites orçamentários vigentes até 18 de novembro, superando a mais recente de uma série de batalhas fiscais travadas dentro do Congresso norte-americano este ano.

A moção contou com apoio dos líderes dos partidos Democrata e Republicano e foi aprovada com 352 votos a favor e 66 contra. Como a medida já havia sido aprovada pelo Senado dos EUA na semana passada, ela segue agora para a sanção do presidente Barack Obama.

Os líderes da situação e da oposição têm manifestado esperança em que seja possível chegar a um acordo para uma moção de financiamento por um período mais extenso antes de 18 de novembro, data em que expira a autorização de gastos aprovada nesta terça (4).

Apesar de os dois partidos terem concordado com um teto de US$ 1,043 trilhão para os gastos governamentais cobertos pela legislação, ainda há muita divergência sobre como distribuir o dinheiro entre os programas e os departamentos do governo federal norte-americano.

Entre outras discordâncias, os republicanos da Câmara defendem que os departamentos do Trabalho, da Saúde, da Educação e de Serviços Humanos recebam bilhões de dólares a menos do que querem os democratas do Senado e se empenham para destinar mais dinheiro para o Pentágono. As informações são da Dow Jones.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias