EUA // CORTES

Eric Cantor vê acordo sobre corte de despesas nos EUA

"Eu acho que os colegas de ambos os lados sabem que não podemos falhar. Tem de haver sucesso e uma decisão aqui", disse

Aline Souza
Aline Souza
Publicado em 16/10/2011 às 16:03
Leitura:

Líder da maioria na Câmara dos Representantes dos Estados Unidos o republicano Eric Cantor garantiu neste domingo (16) que um supercomitê do Congresso chegará a um acordo sobre os cortes de US$ 1,5 trilhão em gastos do governo até o final do prazo, no próximo mês, e evitará profundas medidas automáticas.

"Eu acho que os colegas de ambos os lados sabem que não podemos falhar. Tem de haver sucesso e uma decisão aqui", disse ele, que é deputado eleito pela Virgínia.

O supercomitê foi estabelecido em agosto para selecionar US$ 1,5 trilhão em cortes de despesas do governo, como parte de um acordo de redução do déficit que tem como meta baixá-lo em ao menos US$ 2,1 trilhões ao longo dos próximos 10 anos. Um acordo deve ser apresentado até 23 de novembro.

A incapacidade de se chegar a um consenso resultará em cortes automáticos de US$ 1,2 trilhão, igualmente distribuídos entre gastos militares e não militares. O pentágono e seus apoiadores no Congresso advertiram de que isso prejudicará os interesses dos EUA, intensificando a pressão sobre o comitê.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias