CRISE // GRÉCIA

Premiê grego pede ação decisiva da UE, diz jornal

Zona do euro apresentará um plano abrangente para solucionar a crise de dívida ainda no próximo fim de semana

Aline Souza
Aline Souza
Publicado em 16/10/2011 às 11:40
Leitura:

O primeiro-ministro da Grécia, Georges Papandreou, pediu que a União Europeia (UE) resolva a crise de dívida que golpeia a Grécia e a zona do euro "coletivamente e de forma decisiva" em uma entrevista concedida ao jornal semanal grego Proto Thema.

"Chegou a hora de agir coletivamente e decisivamente", afirmou Papandreou. "Estou convencido de que a UE pode e o fará, de modo que possamos levar com segurança a Grécia e a Europa para fora da crise."

A Europa prometeu no sábado (15) os membros do G-20 que a zona do euro apresentará um plano abrangente para solucionar a crise de dívida ainda no próximo fim de semana, na cúpula de líderes da UE, em Bruxelas.

Antes da cúpula, o governo grego deve votar em 20 de outubro um novo conjunto de medidas de austeridade exigido pela UE e pelo Fundo Monetário Internacional (FMI). "Nossa luta é garantir que a Grécia não deixe o euro e proteger os interesses da esmagadora maioria dos cidadãos, para a qual seria uma verdadeira catástrofe se o país declarasse um default", afirmou Papandreou.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias