CRISE

Grécia terá referendo sobre ajuda financeira

O primeiro-ministro da Grécia, George Papandreou, não forneceu detalhes e o anúncio pegou vários deputados de surpresa

Lorena Tapavicsky
Lorena Tapavicsky
Publicado em 01/11/2011 às 7:28
Leitura:

O primeiro-ministro da Grécia, George Papandreou, defendeu na segunda-feira (31) a realização de um referendo sobre o novo acordo de ajuda financeira para seu país e pediu a realização de um voto de confiança em seu governo, em uma tentativa de angariar apoio interno ao resgate.

"Teremos um referendo sobre o novo acordo de ajuda", disse Papandreou aos deputados do Partido Socialista (Pasok). "Nós queremos adotar o novo acordo? Ou nossa vontade é rejeitá-lo?", perguntou. "Essa decisão tem de ser tomada", acrescentou. "Se o povo grego não quiser, ela simplesmente não será implementada", assegurou o chefe de governo.

Papandreou não forneceu detalhes e o anúncio pegou vários deputados de surpresa. Um integrante do alto escalão do Pasok disse, porém, que a expectativa é de que o governo realize o voto de confiança dentro de algumas semanas e que o referendo ocorra daqui a aproximadamente um mês. "Todo o Pasok está perplexo", disse a fonte no partido. "Eles (os deputados) não sabem como reagir", observou.

Para uma fonte no governo, um referendo provavelmente só vai acontecer no início de janeiro de 2012. "O plano de ajuda começa a valer em 1.º de janeiro e todos os detalhes ainda precisam ser trabalhados", disse a fonte. "O referendo vai ocorrer nas primeiras duas semanas de janeiro", prosseguiu.

Se aprovado em referendo, o acordo então vai para o Parlamento, onde será convertido em lei. As declarações de Papandreou vêm à tona apenas alguns dias depois de líderes europeus reunidos em Bruxelas terem anunciado uma série de decisões para fazer frente à crise da dívida da zona do euro.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias